Bolsonaro volta atrás e revoga ponto de MP que permitia suspensão de trabalho por 4 meses

Esse ponto da medida foi alvo de críticas entre parlamentares do Congresso e outro líderes políticos

Legenda: Nesta segunda, ele voltou atrás sobre a medida
Foto: Foto: Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou, na tarde desta segunda-feira (23), a revogação do artigo 18 da medida provisória (MP) 927 que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses sem salário. Esse ponto da medida foi alvo de críticas entre parlamentares do Congresso e outro líderes políticos.

A medida provisória foi editada na noite do último domingo autorizando suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses é uma "maneira de preservar empregos", mas não esclareceu de que forma o Executivo compensará esses trabalhadores. Nesta segunda, no entanto, ele voltou atrás sobre a medida.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política