Soluções colaborativas

O home office é uma realidade que veio para ficar, tendência que vai se consolidar na maioria das empresas pós-pandemia e que exigirá a adoção por elas de novas soluções de tecnologias da informação para garantir a segurança e confiabilidade das informações trocadas.

A crise causada pela pandemia provocou uma desaceleração econômica, mas muitas empresas estão reiniciando a retomada dos negócios. Uma constatação já definitiva é de que a adoção da tecnologia nas relações de trabalho e de negócios será cada vez maior, uma vez que ocorrerão (na verdade, já estão ocorrendo) mudanças significativas.

Apesar de o home office ser uma ferramenta que já vinha sendo adotada com maior ou menor intensidade, a verdade é que a chegada da Covid-19 obrigou a uma aceleração do processo, pegando muitas empresas de surpresa. De repente, as pessoas foram levadas para o trabalho remoto, muitas vezes sem as condições adequadas.

Nesta nova realidade, o consenso é que o futuro do trabalho estará alicerçado em três pilares: colaboração entre os seres humanos, a cultura de mercado, que determinará a forma como os colaboradores vão se manter empregados, e a tecnologia. Será preciso habilitar todos os colaboradores para acessar de forma segura os recursos corporativos necessários, promover o redesenho do espaço físico do trabalho e ampliar a conectividade.

E trabalhar na nuvem é a melhor opção. Uma plataforma colaborativa na nuvem eficiente permite às empresas contar com seus diversos recursos, como os sistemas de videoconferência, VoIP, redes sociais corporativas, gerenciadores de tarefas, entre outras ferramentas. A adoção de novas tecnologias sempre esbarra na questão dos custos. É bom saber que os benefícios trazidos pela adoção dessas ferramentas superam em muito o investimento.

Qualquer que seja a ferramenta usada, sempre haverá um ser humano por traz. Ele tem que ter autonomia para desempenhar seu papel de maneira fluída, num ambiente híbrido, em estreita colaboração com a tecnologia. Esse é o "novo normal".

Adriana Viali

Executiva da área de Tecnologia da informação


Assuntos Relacionados