Gestão jurídica empresarial e os pilares inegociáveis da excelência médica

Escrito por Carolina Tavares ,
Carolina Tavares é advogada no escritório Azevedo Advogados
Legenda: Carolina Tavares é advogada no escritório Azevedo Advogados

Investir em gestão jurídica empresarial é um passo fundamental para as clínicas médicas modernas que buscam alcançar a excelência e garantir a segurança tanto da instituição quanto dos pacientes. Além de cumprir normas, a eficácia da gestão jurídica representa o verdadeiro diferencial competitivo neste cenário.

Um dos pilares inegociáveis da excelência médica é a elaboração de contratos detalhados e transparentes, que não apenas garantem a conformidade legal, mas também fortalecem a confiança mútua entre médico e paciente. Desta forma, um advogado especializado passa a ser essencial para assegurar que cada procedimento médico, risco e termo de consentimento sejam redigidos com precisão, protegendo os interesses de ambas as partes.

Vale destacar que a gestão jurídica desempenha um papel indispensável na abordagem de desafios como recusas e abandono de tratamento. O advogado pode proteger os interesses da clínica sem comprometer os direitos do paciente, planejando cuidadosamente cada etapa, desde os termos de quitação até a prevenção de litígios futuros. Em resumo, a gestão jurídica vai além de uma medida estratégica; é uma declaração de compromisso.

Além dos aspectos mencionados, a gestão jurídica empresarial assegura a proteção dos dados e informações dos pacientes, garantindo o cumprimento das leis de privacidade e segurança da informação, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Ao implementar políticas e procedimentos adequados, as clínicas médicas podem evitar violações de privacidade, promovendo assim a confiança e a credibilidade junto aos pacientes. Outro ponto relevante é a resolução de situações adversas a fim de preservar a reputação da empresa.

Em síntese, é importante ressaltar que esse gerenciamento jurídico não deve ser visto como uma despesa adicional, mas sim como um investimento estratégico que pode gerar retornos significativos em termos de segurança e eficiência empreendedora. Ao integrar efetivamente a dimensão legal à gestão empresarial, as clínicas médicas podem alcançar um novo patamar de qualidade no mercado.

Carolina Tavares é advogada no escritório Azevedo Advogados

 

Consultor pedagógico
Davi Marreiro
16 de Abril de 2024