Fortaleza lidera destinos no País para viajar em família

A capital do Ceará está entre os melhores destinos para se viajar em família em 2017 segundo pesquisa realizada pelo Airbnb, empresa digital especializada em aluguel de imóveis por temporada. Fortaleza é a única cidade do Brasil na lista e garantiu a 9ª posição. A campeã do estudo é a cidade de Osaka, no Japão. A pesquisa foi feita através da internet com famílias que tenham filhos maiores de idade.

LEIA MAIS

.Grupo trabalhará em transição do Aeroporto

.Alemães visitam instalações do terminal com a Infraero

.Parceria trará mais desenvolvimento

.Fluxo e renda do turismo devem crescer 50% no CE

O levantamento também apontou alguns comportamentos das viagens em família. Cerca de 34% das viagens incluem os avós e 20% amigos da família. A praia é o destino favorito (75%) e o carro é o meio de transporte mais utilizado (72%). As famílias também buscam comodidades como acesso ao wi-fi (64%) e piscina (49%).

Para Alexandre Pereira, secretário municipal de Turismo de Fortaleza, a cidade oferece todos os elementos para as melhores viagens em família.

"Nossa infraestrutura, as praias, bons hotéis e restaurantes, parques aquáticos, gastronomia e entretenimento. Mais um segmento que ganhamos destaque. E vale ressaltar a ótima colocação de Fortaleza no ranking mundial, competindo e à frente de cidades como Honolulu, no Havaí e Miami, nos Estados Unidos", destacou.

O site que fez o levantamento administra uma comunidade para que pessoas anunciem e reservem acomodações pela internet. O portal permite que qualquer um alugue sua casa completa ou apenas um ou mais quartos. A empresa atua como intermediária. No Brasil, conta com mais de 45 mil anúncios em mais de 22 estados e 670 cidades.

Ranking

1 - Osaka, Japão

2 - Kyoto, Japão

3 - Melbourne, Austrália

4 - Malibu, Estados Unidos

5 - Reykjavik, Islândia

6 - Princeville, Kauai

7 - The Big Island, Havaí

8 - Bordeaux, França

9 - Fortaleza, Brasil

10 - Honolulu, Havaí

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios