Validade de carteiras de estudante em Fortaleza é prorrogada até 31 de agosto

Órgão recebe novas solicitações de cartões pela internet e de forma presencial

Escrito por Redação,

Metro
Emissão de carteiras pode ser feita pela internet ou de forma presencial
Legenda: Emissão de carteiras pode ser feita pela internet ou de forma presencial
Foto: Rodrigo Carvalho/Divulgação/Prefeitura de Fortaleza

As carteiras estudantis emitidas pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) em 2020 ganharam novo prazo de validade. Os alunos podem usar os cartões até o dia 31 de agosto de 2021. 

Segundo o órgão, até o mês de julho, foram realizadas 220.042 solicitações, entre alunos da rede pública e particular. Os interessados em emitir a carteira estudantil devem acessar a plataforma digital da Etufor, enviar os documentos e aguardar a validação do processo por e-mail.

Os estudantes podem ainda realizar ou atualizar a biometria facial por meio da plataforma digital. Os alunos da rede particular que já realizaram a requisição online devem solicitar à sua instituição de ensino que façam a confirmação de matrícula, após o pagamento do boleto.

Somente após a confirmação das matrículas, as carteiras de estudantes serão desbloqueadas pela Etufor e entregues às entidades estudantis para distribuição segura dos documentos.

Atendimento presencial

A Etufor disponibiliza o atendimento presencial em sua sede, de segunda a sexta-feira, de 8h às 16h30, nas unidades dos shoppings RioMar Kennedy e Aldeota, de 10h às 16h30, mediante agendamento.

Outra alternativa para os usuários buscarem os serviços da Etufor são os postos do Vapt Vupt, que retomaram o atendimento presencial e agendado, de segunda a sexta-feira, entre 11h e 17h.

Retorno das aulas

As aulas presenciais da rede pública municipal de Fortaleza serão retomadas a partir de 8 de setembro. O retorno será escalonado e gradual. Portanto, nesta primeira etapa, começam os alunos das séries finais da educação infantil. As escolas funcionarão com 50% da capacidade e de forma híbrida. 

Cada semana representará uma etapa, com inserção de novas classes, até alcançar as séries finais seguintes. A previsão é que, ao final de setembro, todos os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental já tenham retornado às aulas presenciais, mas mantendo um esquema de rodízio semanal.