Mais de 500 litros de óleo são retirados de oito praias do litoral cearense

Segundo o Ibama, três animais foram encontrados mortos, sendo uma ave aquática, em Cumbuco, e duas tartarugas marinhas, uma em Sabiaguaba e outra em Jericoacoara.

Legenda: Ação de limpeza aconteceu no último fim de semana em oito praias do Ceará
Foto: Foto: Divulgação/Semace

Cerca de 500 litros de óleo foram retirados de oito praias do litoral cearense em uma operação de limpeza feita por servidores da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) neste fim de semana (28 e 29). 

A ação foi realizada após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apontar que a substância estava presente no litoral do estado.

Segundo o Ibama, três animais foram encontrados mortos, sendo uma ave aquática, em Cumbuco, e duas tartarugas marinhas, uma em Sabiaguaba e outra em Jericoacoara. As praias que apresentaram registro da substância foram: Sabiaguaba, Malhada, Jijoca de Jericoacoara, Morro Branco, Barra de Sucatinga, Taíba, Paracuru e Prainha

“Apesar da competência da limpeza ser dos municípios, nós entendemos que foi uma situação crítica, então chamamos a responsabilidade da Semace”, afirmou o superintendente da autarquia, Carlos Alberto Mendes, ao apresentar o balanço. “Até porque a coleta desse material envolve conhecimento e equipamentos”, completou.

Manchas tóxicas

As manchas escuras de óleo encontradas em vários pontos do litoral nordestino desde o início de setembro são consideradas tóxicas, de acordo com Rafael Moraes, analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). “Trata-se de petróleo bruto, uma mistura de hidrocarbonetos. Sabemos do que se trata, mas não sobre de onde esse material veio. Ainda estamos em investigação”, explica.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza