Incêndio em mata de Iguatu atinge lixão e destrói barracas de catadores

Pelo menos quinze barracas com material reciclável foram destruídas pelas chamas

foto
Legenda: O fogo destruiu barracas e materiais coletados pelos catadores e recicladores
Foto: Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Iguatu

Um incêndio deflagrado em uma mata de Iguatu, atingiu um lixão e destruiu barracas de catadores, na tarde desta sexta-feira (4). De acordo com os recicladores, o fogo começou por volta de 16h e atingiu quinze barracas que armazenavam coletas de alumínio e plástico. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e debelou o fogo após uma hora de trabalho. A composição utilizou 8 mil litros d'água e duas viaturas no combate ao incêndio.

O controle do fogo preservou pelo menos quarenta barracas. Um total de 48 catadores e recicladores trabalham no lixão, que fica às margens CE-282, no Bairro Chapadinha. 

De acordo com Rosimeire da Silva Lima, presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Iguatu, é comum que coloquem fogo nas matas próximas ao lixão, principalmente nesta época do ano

"Hoje o maior problema se chama fogo, porque o fogo se alastra com muita facilidade, e a gente enfrenta muita quentura, muita fumaça. A gente tem muita dificuldade", afirma Rosimeire. 

A presidenta conta que os próprios catadores se reuniram e tentaram apagar o fogo, mas não conseguiram. Uma das barracas teve que ser derrubada pelos bombeiros para interromper a propagação do fogo. 

A barraca do reciclador Almir Oliveira Brito foi uma das que foi preservada. Ele conta que o prejuízo do material perdido é grande para os catadores. "Nesta época, toda vida acontece. Qualquer foguinho que pegar, vai para todo o terreno. Todo lado", conta Brito. 

Ele afirma que os bombeiros conseguiram atuar antes que mais barracas fossem destruídas. "Bom trabalho o deles. Agradeço muito, Deus abençoe a todos", conta. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza