Espigão perpendicular está orçado em R$ 13 milhões

Escrito por Redação,

Metro
Está programada para o próximo dia 15, em Brasília, uma reunião para discutir o tema com técnicos do Ministério do Meio Ambiente (MMA), que recebeu projeto de construção de espigão, paralelo ao mar, orçado em R$ 13 milhões. O Ministério do Turismo também já recebeu o projeto, mas não respondeu.

De acordo com o presidente da Fundação de Turismo de Caucaia, Ted Pontes, o projeto foi encaminhado do MMA em fevereiro de 2005 e para o Ministério do Turismo, em outubro do ano passado. O documento, preparado por técnicos da Prefeitura de Caucaia, com apoio da Universidade Federal do Ceará (UFC), prevê a construção de um espigão não tradicional, pois não seria perpendicular, mas paralelo ao mar.

“A Prefeitura (de Caucaia) não tem condições de bancar sozinha, por isso entraria com 5% dos R$ 13 milhões, o que equivale a R$ 600 mil”, esclarece Ted Pontes. Como informa o presidente da Fundação, o projeto contempla impactos ambientais e está de acordo com a legislação ambiental. “O paredão ficaria a uns 150 metros da faixa de praia´.