Comunicado: De volta ao recolhimento com a segunda onda da pandemia no Ceará

Escrito por Redação,

Metro

Está na hora de os cearenses voltarem ao recolhimento, assim como a grande parte da população fez há cerca de um ano - quando começaram a estourar os casos de Covid-19 por aqui. A construção de hospitais de campanha, o trabalho em home office e o fechamento de bares e restaurantes deram o tom de um momento histórico que começaríamos a enfrentar. O medo, a insegurança e a falta de informação sobre a doença acabaram ajudando na adaptação de um novo modo de vida, apesar de difícil. Ao longo dos meses, porém, a situação foi ficando menos dramática e dando abertura para situações perigosas.

Prevenção

Aos poucos, o comércio foi reabrindo, e a perturbação do isolamento acabou dando margem para o relaxamento de muitos de nós. Acontece que agora a realidade, mais uma vez, preocupa com a segunda onda da pandemia. Os casos têm aumentado, inclusive o número de mortes. A doença não escolhe jovens ou mais idosos. Ela tem sido cruel. É preciso pé no freio, um pouco mais de paciência. A situação deste ano, em termos de vacina, é infinitamente melhor do que o ano passado. Com um pouco mais de paciência venceremos.

Cultura

Pesquisadores do campo da arte e da cultura no Ceará poderão ter pesquisas publicadas, por meio da Plataforma Arte Urgente: Cultura como Farol do Ceará, que está com inscrições abertas até o dia 15 de fevereiro, para o edital de chamada pública Coleção de Saberes. Organizado pelo Instituto BR e a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), o projeto vai selecionar as pesquisas do campo da arte e da cultura para publicação em formato de e-book. A inscrição é gratuita e pode ser feita exclusivamente através do formulário disponível no site da Plataforma Arte Urgente.

Consulta

A Defensoria Pública do Ceará abriu consulta popular dentro do orçamento participativo. O formulário está disponível no site da instituição (www.defensoria.ce.def.br) e todos os cearenses podem e devem contribuir. A população pode fazer sugestões, indicando o melhor caminho para a administração dos órgãos. O método de contribuição popular, que chega a ser comum em algumas administrações públicas no País, é extremamente importante para que a sociedade se sinta parte das decisões tomadas nos serviços públicos.

Assuntos Relacionados