"Vamos ingressar no STJD para impugnar a partida", diz presidente do Ferroviário

O presidente coral, Newton Filho, afirmou ao Diário do Nordeste que o clube buscará seus diretos após o clube ser eliminado da Copa do Brasil com um erro grotesco de arbitragem

Legenda: O presidente do Ferroviário disse que o clube lutará pelos seus direitos
Foto: Lenílson Santos / Ferroviário AC

O Ferroviário vai ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para anular a partida desta quarta-feira (14) com o América/MG pela 2ª Fase da Copa do Brasil. O clube foi eliminado ao empatar em 1 a 1 no tempo normal e perder na disputa de pênaltis após um erro grave da arbitragem, que não validou um gol legal na cobrança de Adílson Bahia, que claramente entrou.

O presidente coral, Newton Filho, afirmou ao Diário do Nordeste que o clube entrará nesta quinta-feira (15) no STJD com o pedido de impugnação da partida.

"Vamos ingressar no STJD com um pedido de  impugnação da partida. Vamos até as últimas consequências, em busca dos nossos direitos. Foi um erro absurdo, escandaloso, sem precedentes para o futebol".

Prejuízo

Em seguida, Newton afirmou que o prejuízo coral é ainda maior na espera esportiva e financeira.

"Não é só a cota de 1,7 milhões que perdemos. É a chance de disputar 2,3 milhões. Fora o prejuízo esportivo, de pontuação do ranking nacional. Não tem precedentes um erro desses em cobrança de pênalti. O árbitro e o bandeirinha atentos e não confirmar um gol que nem dúvida teve, a bola entrou e muito".

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte