Imprensa argentina avalia que River Plate 'sofreu' diante do Fortaleza; veja repercussão do jogo

Manchete do Diário Olé repercutiu coletiva do treinador após empate com o River na Libertadores

Imagem mostra homem com a mão no rosto
Legenda: Juan Pablo Vojvoda comenta jogo contra o River Plate.
Foto: Thiago Gadelha/SVM

O empate do Fortaleza com o River Plate é destaque na chamada principal do Diário Olé desta sexta-feira (6). O jornal argentino diz que o River sofreu diante do Leão, mas contou com impressionante atuação do goleiro Armani e quase garantiu vaga antecipada para as oitavas da Libertadores. Juan Pablo Vojvoda, técnico do Leão, também é destaque. 

Imagem mostra capa de jornal
Legenda: Jornal argentino Olé destaca empate do River com o Fortaleza.
Foto: Reprodução

"Vojvoda e River: mais sul-americano que europeizado." É com esse título que o trabalho do técnico do Fortaleza é citado na principal do portal esportivo argentino, com trechos da coletiva de imprensa dada após a partida.

O Olé ressalta que Juan Pablo continua sem vencer o River de Gallardo, mas lembra que o empate em 1 a 1 dá alguma esperança de que o time se classifique para as oitavas de final do torneio. O técnico argentino analisou o jogo contra o Milionário.

Imagem mostra capa do Olé
Legenda: Portal argentino destaca avaliação de Juan Pablo sobre o jogo contra o River.
Foto: Reprodução

Prefiro falar do que conheço. Quanto ao River, posso falar de fora. Vejo um time com muita intensidade, mobilidade em torno da bola, sem posições fixas, um jogo mais sul-americano do que europeizado. Fraquezas? Equipes que têm essa intensidade e pressão alta muitas vezes não conseguem sustentá-la e deixam espaços em sua linha defensiva, embora eu não veja isso como uma fraqueza.
Juan Pablo Vojvoda
Técnico do Fortaleza

O Fortaleza encerra a fase de grupos com dois jogos fora: no Peru, diante do Alianza Lima, e depois no Chile, contra o Colo Colo. O comandante do Leão lembrou que a equipe joga a cada três dias e, nos últimos 10, o grupo fez quatro ou cinco jogos, além de longas viagens. 

“Não é desculpa, mas o Fortaleza manteve a intensidade, apesar do futebol ser um todo, não é apenas tático ou físico. Não acho que o River sofreu com o calor, eles são profissionais e estão adaptados a isso", avaliou Vojvoda.

O técnico do Fortaleza fez um paralelo entre as equipes, ressaltando as semelhanças com o grupo comandado por Marcelo Gallardo. O técnico dos Milionários, inclusive, elogiou a atuação do Tricolor do Pici.  

"Foi um jogo muito difícil. O adversário ia propor uma ideia semelhante à nossa. Jogo de mobilidade. Acho que o Fortaleza teria de estar num nível muito alto, como estiveram no jogo. A equipa tem vindo a crescer, foi um bom jogo, uma boa primeira parte, a equipa gera oportunidades de gol. A mudança de jogadores deu bons resultados", disse Juan Pablo.

O comandante do Fortaleza segue no objetivo de avançar para as oitavas de final da Libertadores. 

"Acho que o Fortaleza tem capacidade e qualidade, para continuar lutando para alcançar as metas do ano. Esperança é o que os torcedores têm que ter. A equipe respondeu em momentos difíceis no ano passado e neste ano. Esta equipe respondeu em campo e está em condições de continuar lutando", concluiu.

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA:

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte