Ceni exalta triunfo no Clássico-Rei por peso para torcida cearense: "sabemos o quanto é importante"

O técnico tricolor analisou o desempenho de sua equipe no duelo pela decisão do Estadual durante coletiva

Legenda: "Tudo completamente em aberto", afirma Ceni
Foto: Thiago Gadelha

O Fortaleza pode até perder por um gol de diferença no 2º jogo da final do Cearense após a vitória por 2 a 1 no Clássico-Rei desta quarta-feira (30). Entretanto, o técnico Rogério Ceni acredita que o título ainda não está definido e destacou o peso de vencer o duelo para o torcedor local.

"O próximo duelo é muito distante para a gente fazer uma projeção ainda. Eu acho que o que mais motiva é a vitória no Clássico-Rei, que a gente sabe o quanto é importante para o torcedor local. Mas tem o desgaste, você joga para valer. Nós tivemos a lesão do Bruno (Melo). Mas um título é um título, uma conquista vale muito. Metade do caminho foi agora. Temos outro jogo no dia 21 de outubro. Tudo completamente em aberto", disse o treinador na coletiva pós-jogo.

Powered by RedCircle

Veja os gols do jogo

Ceni começou o confronto com o capitão Wellington Paulista no banco e o volante Ronald como titular, atuando pelo lado direito do meio campo. A escolha foi justificada por uma questão física, segundo o comandante.

"Nós entendemos que tínhamos que, pela parte física, colocar o Ronald, mais descansado. Era um jogador que pode jogar aberto, talvez não possa entregar como ponta, mas possa fazer um fechamento. O time caiu na parte física. Ele conseguiu completar 90 minutos e colaborou bastante. Fizemos os dois gols de bola parada. Foi equilibrado. Por um momento, Ceará foi melhor. Hoje, saímos com a vitória", explicou o técnico.

Questionado sobre a efusiva comemoração do lateral Tinga, que marcou o gol do triunfo nos minutos finais, Ceni relata que não observou desrespeito contra o banco alvinegro, mas conta que pediu perdão por qualquer desentendimento causado.

"Eu vou ser sincero. Eu não vi (a comemoração do Tinga). Fui conversar no banco. Disseram que ele passou vibrando. Eu não vi a comemoração. Só fui pedir desculpa se alguma coisa ocorreu de provocativo. A passagem dele pelo banco do Ceará... Foi uma coisa de trajeto, mas eu não tenho a certeza, porque eu não vi. Se for, pedimos desculpas. São dois times que têm de se unir pelo futebol cearense. A gente tem que manter a força dos dois times. Temos que ser rivais em campo, mas trabalhar juntos em prol do futebol cearense", disse Rogério.

O 2º jogo da decisão estadual ocorre na Arena Castelão, no dia 21 de outubro (quarta-feira), a partir das 21h30.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte