Fortaleza vence Clássico-Rei com gol nos acréscimos no 1º jogo da final do Cearense

Os gols foram marcados no fim da etapa inicial por Bruno Melo e por Sóbis e nos acréscimos do 2º tempo por Tinga

Legenda: Colegas comemoram no banco tricolor
Foto: Thiago Gadelha

O Fortaleza venceu o Ceará por 2 a 1 nesta quarta-feira (30) pelo 1º jogo da final do Campeonato Cearense, na Arena Castelão. Tinga marcou o gol da vitória nos acréscimos do segundo tempo após Bruno Melo (35') e Rafael Sóbis (50') marcarem no 1º tempo. O Leão pode perder por um gol de diferença no 2º jogo para garantir o título.

O jogo

O Clássico começou com peças diferentes em campo: Guto Ferreira começou com Fabinho titular no Vovô na vaga de Ricardinho enquanto Rogério Ceni optou por Ronald compondo o lado direito do 4-4-2 tricolor, sacando Wellington Paulista.

Veja os gols do jogo

Desde o minuto inicial, muito movimentação, principalmente alvinegra. O time mandante pressionava a saída de bola do Leão sobre Felipe e Juninho, com Sobral e Leandro Carvalho voltando para segurar os avanços dos laterais oponentes. Sóbis flutuava no comando do ataque, dando opção pelas pontas.

Legenda: Sobral ajudava muito na marcação pelo lado direito
Foto: Thiago Gadelha

Na 1ª chegada de maior perigo, Vina fez boa jogada pela esquerda da área e tocou para Sobral, que driblou o marcador e finalizou fraco, fácil para o goleiro Felipe Alves segurar aos 10 minutos.

Aos 17, Romarinho finaliza dentro da área e chute é bloqueado por Samuel Xavier. Na sobra, Juninho enche o pé de fora da área, mas erra o alvo.

Powered by RedCircle

Análise de André Almeida

O Fortaleza voltou a dominar a posse e rondar a área alvinegra, bem resguardada por Luiz Otávio e por Tiago Pagnussat. Porém, aos 35 minutos, a defesa seria vazada pelo alto.

Juninho cobrou escanteio pela esquerda e Bruno Melo infiltrou para cabecear contra a meta de Prass e abrir o placar. Infelizmente, o lance envolveu choque de cabeças entre o lateral tricolor com o alvinegro, Bruno Pacheco. Os dois caíram no gramado, sangrando, e logo foram atendidos.

Legenda: Choque de cabeça preocupou os colegas em campo
Foto: Thiago Gadelha

Enquanto Bruno Pacheco levantou após alguns minutos, Bruno Melo foi imobilizado e levado de ambulância para um hospital, seguindo protocolo estabelecido para casos de pancada na cabeça. Os dois jogadores foram substituídos.

Legenda: Ambulância em campo para levar Bruno Melo ao hospital
Foto: Thiago Gadelha

Os 7 minutos para atendimento aos atletas foram acrescentados aos acréscimos, quando o Vovô chegou ao empate no minuto 50. Alyson, lateral esquerdo que havia acabado de entrar, recebeu passe pela esquerda na área e achou Sóbis em boa posição na pequena área. O camisa 11 tocou tranquilo contra as redes do Fortaleza, igualando o placar.

O 2º tempo começou com mudanças no lado tricolor: Tinga e Yuri César entraram nas vagas de Felipe e de Osvaldo, seguidos de Fragapane e de W. Paulista, que aumentaram o ritmo do Fortaleza no ataque. Em um lance em que Tiago tocou no camisa 9 adversário, os atletas do Leão pediram pênalti, mas o VAR foi acionado e foi marcada falta de ataque.

Nos acréscimos, outro lance de bola aérea definiu o jogo. A bola sobrou na área após cruzamento para Tinga, que encheu o pé para balançar as redes alvinegras aos 46 minutos e decretar o triunfo tricolor na partida.

Legenda: Leão pode perder por um gol de diferença na final para levar o título
Foto: Thiago Gadelha

O Fortaleza joga por dois resultados equivalentes na decisão do Estadual e pode perder por até um gol de diferença na 2ª partida, que ocorre no Castelão no dia 21 de outubro, às 21h30.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte