Análise: Ceará saiu na frente, mas físico pesou para vitória escapar

Na Arena Castelão, Vovô sai na frente do Grêmio com gol de Cléber, mas cede o empate no 2º tempo e, visivelmente desgastado fisicamente, não consegue pressionar em busca da vitória em seu primeiro jogo em casa na Série A

Legenda: O Ceará bem que tentou, mas principalmente no 2º tempo, sentiu a perna pesar
Foto: THIAGO GADELHA

Uma hora a maratona de jogos a qual o Ceará está sendo submetido na temporada iria cobrar a conta. E foi na 10ª partida seguida, sem interrupções após o retorno das competições, que a equipe sentiu fisicamente de forma mais extrema. Se no último sábado, diante do Sport, na estreia da Série A, fora de casa, a equipe pareceu desconcentrada, ontem contra o Grêmio, na Arena Castelão, faltou "perna" mesmo, como se diz na gíria do futebol, com o Vovô não tendo forças para um resultado melhor do que o 1 a 1.

O Vovô já tinha desfalques importantes para sua escalação, ainda sem o meia Vinícius. Mas já no aquecimento, o time perdeu o zagueiro Klaus por desconforto no joelho esquerdo, precisando escalar Gabriel, que faria sua estreia, já que o substituto imediato, Tiago Pagnussat, também estava com dores na panturrilha.

Confira podcast Ceará Cast com análise sobre o jogo

Powered by RedCircle

Com tantos problemas, o Alvinegro iniciou o jogo meio devagar, contra um Grêmio também desfigurado, poupando 10 titulares no confronto de ontem. Era a gestão de desgaste feita há muitas temporadas pelo time gremista.

Mesmo diante de um adversário desentrosado, o Ceará iniciou o jogo recuado demais, para ira do treinador Guto Ferreira, que esbravejava na área técnica.

>Confira notícias, entrevistas e mais análises de Ceará X Grêmio

Ainda assim, aos poucos, o Vozão foi se soltando no jogo, com Fernando Sobral jogando de meia centralizado e Charles um pouco mais avançado do que o normal.

As chances começaram a surgir, como a de Leandro Carvalho para defesa de Paulo Victor, em jogada preciosa de Cléber, fazendo uma tabela perfeita, deixando o atacante na cara do gol. E, se Paulo Victor fez bela defesa, do lado do Ceará, Fernando Prass não deixaria por menos, defendendo um chute à queima-roupa em finalização de Pepê.

O jogo era aberto, e outra chance do Vovô apareceu, em jogada de Alyson, servindo Cléber, com o atacante finalizando de primeira para defesa de Paulo Victor.

Foi quando o Grêmio ensaiou um domínio e exigiu de Fernando Prass mais dois grandes momentos, salvando o Alvinegro primeiro em tentativa de Isac, e depois minutos mais tarde, defendendo duas vezes em lances de Tharciano e Alison.

Legenda: Cléber marcou mais um gol e somou o segundo dele no Brasileiro
Foto: Foto: Thiago Gadelha

Apertando o ritmo no fim do 1º tempo, o Ceará saiu na frente em gol de oportunismo de Cléber. Aos 43, após cobrança de falta de Leandro Carvalho, o centroavante desvia de cabeça e encobre o goleiro Paulo Victor.

Foi o 4º gol do jogador nos últimos quatro jogos pelo Alvinegro, provando ser uma aquisição certeira e vivendo um momento iluminado.

Cansou

Na etapa final, o Ceará teve o contra-ataque à mercê, pela vantagem que tinha, mas o desperdiçou. E não foram poucas chances, a melhor com Mateus Gonçalves finalizando direto, quando poderia servir Cléber, em melhor situação.

Foi quando o cansaço bateu na equipe alvinegra. Charles estava esgotado, William Oliveira também e o time foi perdendo o meio-campo.

Foi o suficiente para o Grêmio empatar aos 26 minutos, em boa jogada coletiva definida por Tharciano.

O Vovô tinha pelo menos mais 25 minutos de jogo, mas a equipe não teve forças para criar mais nada, nem com as cinco alterações feitas por Guto Ferreira. No fim das contas, o Ceará teve que se contentar com um ponto, já que não teve energia para buscar os três.

Ficha Técnica

Série A do Brasileiro - 2ª rodada
Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
12 de agosto

Ceará 1
Fernando Prass, Samuel Xavier (Eduardo), Gabriel Lacerda, Luiz Otávio, Alyson, Charles, William Oliveira (Fabinho), Leandro Carvalho (Victor Jacaré), Fernando Sobral, Mateus Gonçalves (Bergson), Cléber (Rafael Sóbis). Técnico:  Guto Ferreira

Grêmio 1
Paulo Victor, Orejuela, David Braz, Rodrigues, Bruno Cortez, Lucas Silva (Thiago Neves), Darlan, Thaciano (Ruan), 
Alisson, Isaque (Patrick), Pepê; Técnico: Renato Gaúcho

Árbitro: Caio Max (RN). Gols: Cléber (Ceará) e Thaciano (Grêmio), Cartões Amarelos:Fernando Prass e Leandro Carvalho (Ceará) e Lucas Silva (Grêmio)

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?