Abel questiona decisões do árbitro e ainda crê em título do Inter: "sabemos que não terminou"

Técnico colorado torce por uma derrota ou um empate do Flamengo na rodada final

Legenda: "É o mesmo árbitro com critérios totalmente diferentes", criticou o treinador
Foto: Reprodução/Twitter/Inter

Abatido, mas sem entregar os pontos, o técnico Abel Braga lamentou a derrota do Internacional para o Flamengo por 2 a 1, no Maracanã, neste domingo. Assim como dirigentes do clube, o treinador questionou decisões do árbitro Raphael Claus, sobretudo no lance da expulsão de Rodinei. Mesmo assim, disse ainda acreditar no título brasileiro pela postura mostrada pelos jogadores dentro de campo.

"Tem que levantar a cabeça. É claro que senti uma dor muito grande", afirmou o técnico. "Mas vejo como muito positivo as lágrimas depois do jogo do meu capitão (Rodrigo Dourado). Um jogador com uma identidade inacreditável, e a gente vê como ele sentiu. Mas nós não vamos baixar. Nós sabemos que não terminou. Temos que fazer de tudo para vencer nosso próximo adversário, e basta um empate (do Flamengo). Eles não precisam perder pro São Paulo, basta empatar."

Abel também elogiou a postura de toda a equipe, que mesmo com um jogador a menos durante quase todo o segundo tempo conseguiu brigar até o final. "Agradeço meus jogadores que, mesmo com um a menos, não abdicaram de jogar, buscando o empate. Mas a gente sabe que tem um grande time do outro lado. Dentro da normalidade, seria um jogo difícil", ponderou.

O treinador ainda criticou a arbitragem de Raphael Claus. "As decisões são tomadas de acordo com o VAR. Lamento muito o que aconteceu hoje. Acho o Claus um dos três melhores árbitros do País, mas as imagens que vi no vestiário, inclusive em jogos do Flamengo apitados por ele", comentou o técnico, para depois citar lances parecidos que não tiveram o mesmo desfecho. "O Gre-Nal, o Jô no Gustavo Gomez, o Guga... É o mesmo árbitro com critérios totalmente diferentes."

O Flamengo saltou para a liderança do Brasileirão ao derrotar o Inter por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã, chegando aos 71 pontos, com dois a mais do que o time gaúcho. Visitará o São Paulo na quinta-feira (25), no Morumbi, enquanto a equipe colorada receberá o Corinthians, no Beira-Rio.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte