"A alegria da torcida também é a nossa", diz Vojvoda após vaga do Fortaleza na Libertadores

Treinador também elogiou o elenco que tem e a força mental da equipe do Fortaleza para vencer o Juventude e garantir uma inédita vaga na Libertadores

Técnico do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, em entrevista coletiva
Legenda: Técnico do Fortaleza, Juan Pablo Vojvoda, em entrevista coletiva
Foto: Reprodução

O técnico Juan Pablo Vojvoda era só felicidade e agradecimento após a classificação do Fortaleza para a Libertadores de 2022, conquistada após a vitória por 1 a 0 diante do Juventude no Castelão, na noite da última sexta-feira (3). O treinador, que entrou para a história do clube, externou toda sua alegria pela conquista, elogiando os jogadores pela dedicação e força mental para vencer um jogo tão complicado.

"A alegria da torcida é a nossa alegria. Estamos muito felizes por conseguido esta vitória tão importante para nós. Foram muitas sensações, com o time, os jogadores, em uma partida em que o psicológico e a personalidade deles foram determinantes. Eu só tenho agradecimentos e parabéns a todos no Fortaleza. Agora é desfrutar com esta torcida maravilhosa. Estamos muito felizes", disse ele.

Confira a Coletiva do Treinador do Fortaleza

Ansiedade

O treinador argentino admitiu que os jogadores estavam ansiosos para garantir a classificação e o jogo foi muito complicado pela estratégia do adversário, com os jogadores precisando se superarem.

"Falamos na preleção o devíamos enfrentar na partida, o adversário fechar linhas. Era normal um nervosismo, a ansiedade deles, a loucura dos torcedores pela vitória. Mas o elenco soube ser profissional, apesar de ter um espírito de jovens. Foi uma combinação muito especial esse profissionalismo deles com essa força de vontade, essa gana de conquistar".

Sobre o jogo, Vojvoda classificou como difícil, mas que o clube soube superar as adversidades da partida para vencer com o gol de Depietri.

"No primeiro tempo tivemos muita posse de bola e algumas chances, sem convertermos. No 2º tempo, o adversário teve suas chances, como uma cabeçada defendida pelo Boeck e um tiro na trave, mas o Fortaleza sempre criou ações para estar perto do gol, e quando Depietri marcou, tivemos em nossas mãos a vantagem que tanto queríamos para vencer".

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte