Família de empresária morta pede que Justiça reconsidere decisão e trate o caso como feminicídio

A Polícia Civil indiciou o advogado Aldemir Pessoa Júnior pela morte da namorada. No entanto, o Juízo da 4ª Vara do Júri considerou não haver indícios suficientes para comprovar este crime