Bolsonaro não recorre contra decisão que considerou Adélio inimputável

Como o Ministério Público também não recorreu estão esgotados os prazos para recursos