Fabrício Queiroz e ex-assessores de Flávio Bolsonaro são alvo de operação no Rio

A Promotoria suspeita de um esquema conhecido como "rachadinha" no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) no período em que foi deputado estadual e manteve Queiroz como seu empregado