Programa quer capacitar 25 mil empreendedores em Fortaleza até 2022

Projeto visa ofertar capacitação gerencial para 25 mil empreendedores e outros 5.640 devem ter seus negócios beneficiados por meio de consultoria

Legenda: Empreendedores de várias áreas terão capacitação para garantir a sobrevivência e competitividade do negócio
Foto: Shutterstock

Até o ano de 2022, cerca de 25 mil empreendedores devem ser capacitados para potencialização de negócios já existentes e de outros que ainda vão nascer. Essa capacitação ocorrerá por meio de parceria entre o Serviço Nacional de Apoio às Micros e Pequenas Empresas no Ceará (Sebrae Ceará) e a Prefeitura de Fortaleza.

Além dos 25 mil empreendedores que devem receber capacitação gerencial, outros 5.640 devem ter seus negócios beneficiados por meio de consultoria.

O anúncio do programa foi feito na manhã desta segunda-feira (28) pelo prefeito José Sarto e pelo Sebrae no Ceará. As inscrições para a capacitação poderão ser realizadas por meio do site do Fortaleza Capacita, que ainda será lançado.

Mas os interessados em participar das capacitações gerenciais e consultorias também podem entrar em contato com a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico pelo telefone 0800 081 4141 ou pelo e-mail fortalezacapacita@sde.fortaleza.ce.gov.br. As inscrições podem ainda ser feitas no Canal do Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Fortaleza.

As primeiras turmas da capacitação começam nesta segunda-feira (28), com cursos de finanças, marketing, planejamento, processos e gestão de pessoas.

Foco no empreendedorismo

A ideia do projeto é fortalecer programas da Prefeitura de Fortaleza já existentes, a exemplo do Meu Bairro Empreendedor, Meu Carrinho Empreendedor e Mulher Empreendedora. A capacitação ocorrerá de forma presencial e online e os capacitados vão receber também orientação técnica para acesso ao crédito.

Durante o anúncio, o diretor técnico do Sebrae Ceará, Alci Porto, mencionou que Fortaleza encerrou 2020 com mais de 229 mil empresas registradas, aumento de 46 mil negócios na comparação com 2019. Dessas 229 mil empresas, cerca de 77% são Microempreendedores Individuais (MEI).

"Ano passado foram 46 mil empresas a mais em Fortaleza, no entanto, os empreendedores encontram dificuldades de se manterem competitivos no mercado. A nossa campanha é para transformar quem empreendeu por necessidade em uma empresa por oportunidade", explica Alci Porto.

Outro ponto do programa é fortalecer o uso do Radar Sebrae, ferramenta que mapeia os negócios existentes nos bairros.

"O Radar Sebrae vai ser útil nesse trabalho porque quem deseja empreender em determinado local vai poder entender a realidade do seu bairro antes de implementar aquele perfil de negócio."
Alci Porto
Diretor técnico do Sebrae Ceará

Ao finalizar o evento de lançamento, José Sarto disse que o momento é "riquíssimo para a retomada do desenvolvimento em Fortaleza" e lembrou que a Capital cearense é o primeiro lugar em Produto Interno Bruno (PIB) entre as capitais nordestinas.

"Conseguimos passar o PIB de Salvador graças à visão de futuro e empreendedorismo", disse, destacando ainda a cooperação entre a sociedade, entidades representativas e os poderes atuantes. "Muitas cabeças pensam muito melhor do que uma só".

O convênio de cooperação entre a Prefeitura e o Sebrae terá duração inicial de 12 meses

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender

Assuntos Relacionados