Influenciadora Gabby Petito foi estrangulada, diz legista

A constatação veio após análises de autópsia e de exames toxicológicos. O corpo de Gabby foi localizado em setembro no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, nos EUA

Legenda: A morte da influenciadora causou grande comoção nos Estados Unidos. Ela estava desaparecida desde 11 de setembro
Foto: Reprodução/Instagram

A influenciadora Gabby Petito, 22, foi estrangulada de três a quatro semanas antes de seu corpo ter sido encontrado em 19 de setembro, disse o chefe do departamento legista do condado de Teton, Brent Blue, nesta terça-feira (12). As informações são do G1.

A constatação veio após análises de autópsia e de exames toxicológicos. O corpo de Gabby foi localizado no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming, nos EUA.

O noivo da influenciadora, Brian Laundrie, continua desaparecido e é procurado. Apesar de não ter sido formalmente acusado pela morte da influencer, ele foi indiciado em 23 de setembro porque teria usado um cartão da jovem após o seu desaparecimento.

Relembre o caso

No último mês de julho, Gabby Petito deixou o emprego para viajar em uma van Ford Transit branca com o namorado, Brian, pelos Estados Unidos. Ela documentou a viagem no Instagram.

No dia 1º de setembro, porém, Brian voltou sozinho para casa, em North Port, Flórida, com o carro de Gabby. Ele foi declarado "pessoa de interesse" (termo informalmente usado nos EUA para designar um suspeito ou uma pessoa que possa ter relação com algum caso em investigação), mas não foi acusado de nenhum crime.



Os pais de Gabby procuraram a polícia depois que ela parou de responder a ligações e mensagens de texto por vários dias. Ela foi dada como desaparecida desde 11 de setembro.

A morte da influenciadora causou grande comoção nos Estados Unidos.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados