Incêndio destrói prédio em Milão e desabriga famílias; veja

60 homens e 17 veículos participaram de ação de combate ao fogo

60 homens do Corpo de Bombeiros italiano participou de operação para apagar incêndio
Legenda: 60 homens do Corpo de Bombeiros italiano participou de operação para apagar incêndio
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Italiano (Vigili del Fuoco)

Um incêndio de grandes proporções atingiu, neste domingo (29), um prédio em Milão, na região da Lombardia, ao norte da Itália. As equipes do Corpo de Bombeiros italiano seguiram com trabalho de rescaldo da área nesta segunda-feira (30).

Conforme comunicado do Ministério do Interior da Itália, emitido em 30 de agosto, 60 homens e 17 veículos participaram do combate ao incêndio no prédio "Torre del Moro" de 18 andares. 

Assista:

Apesar da grande destruição, o governo italiano não registrou mortos. As 70 famílias que lá viviam conseguiram sair do edifício. Os desalojados passaram a noite em hotéis e casas de familiares. A estrutura está agora em risco de desabar e o Corpo de Bombeiros segue investigando as causas do fogo.

Explosões

As chamas começaram no sábado à tarde nos andares superiores, mas rapidamente se alastraram por todo o edifício. Em alguns apartamentos ocorreram explosões.

‎A ministra do Interior, Luciana Lamorgese, expressou seu "agradecimento a todos os operadores do Corpo de Bombeiros Nacional que intervieram no difícil cenário de incêndio do arranha-céu 'Torre del Moro' em Milão".

‎"A delicada intervenção é mais um testemunho do profissionalismo e da alta capacidade técnica do nosso Corpo Nacional, que não é por acaso uma das instituições mais amadas pelos cidadãos italianos", concluiu Lamorgese.‎

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo