Veja quais são os carros mais econômicos do Brasil

Lista inclui modelos com selo A de eficiência energética do Inmetro por consumo eficiente de gasolina e etanol

Alguns dos carros mais econômicos do Brasil
Legenda: Veículos passaram por avaliação de eficiência no Inmetro
Foto: Divulgação

Aliar conforto, eficiência e economia em um só veículo tem sido uma demanda recorrente de motoristas, sobretudo no cenário de seguidas elevações do combustível. Com preços beirando os R$ 6 por litro, uma das opções dos compradores é colocar na garagem apenas modelos que consigam rodar mais na cidade e em rodovias gastando menos gasolina ou etanol. Dessa forma, o Diário do Nordeste separou uma lista com os cinco carros mais econômicos da atualidade no Brasil. 

O top 5 proposto considerou o último relatório do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Desde 2019, este selo atesta quanto de energia o automóvel precisa gerar em km/l para que ele funcione. Ao todo, 1.034 versões de 36 marcas foram avaliadas em 2020 pelo órgão.

Todos os modelos incluídos nesta reportagem obtiveram selo A, isto é, têm o menor consumo energético e são considerados leves e econômicos. O número 1 da lista é o Onix Plus, que consegue fazer 14,3 km/l na cidade e 17,7 km/l na estrada abastecido com gasolina, e 10,1 km/l e 12,5 km/l, respectivamente, com etanol.

Carros mais econômicos do Brasil

Onix Plus

  • Etanol: 10,1 km/l (cidade) e 12,5 km/l (estrada)
  • Gasolina: 14,3 km/l (cidade) e 17,7 km/l (estrada)
  • Preço: R$ 58.790

onix é o carro mais econômico do Brasil
Legenda: Modelo tem controles de tração e estabilidade
Foto: Divulgação/Chevrolet

Equipado com rodas de aço e calotas de 15 polegadas, o hatch tem sistema Isofix que permite a inclusão de cadeirinhas infantis, além de controles de tração e estabilidade, lanterna de neblina, assistente de partida em rampa e airbags frontais, laterais e de cortina. 

O modelo dispõe ainda de ar-condicionado manual, direção elétrica, vidros elétricos com função one-touch, travas elétricas, computador de bordo, chave canivete, duas entradas USB (dianteira e traseira), banco traseiro bipartido, desembaçador traseiro, rádio simples com Bluetooth e comandos no volante. 

Renault Kwid

  • Etanol: 10,3 km/l (cidade) e 10,8 km/l (estrada)
  • Gasolina:  14,9 km/l (cidade) e 15,6 km/l (estrada)
  • Preço: R$ 46.390

renault kwid
Legenda: Zen, uma das quatro versões do Kwid
Foto: Divulgação/Renault

Vendido nas versões Life, Zen, Intense e Outsider, cujos preços variam de R$ 46.390 a R$ 57.490, o Renault Kwid é equipado com motor aspirado 1.0 de 70/77 cv e câmbio manual de cinco marchas, rodas de liga leve de 14", além de porta mala de 290 litros, o maior da categoria SUV.

O kit de segurança da linha 2021 do veículo vem com quatro airbags (dois frontais e dois laterais), freios ABS e aviso de esquecimento do cinto do motorista e do copiloto. Entre os acessórios, estão farol de neblina, vidro elétrico traseiro, câmera de ré, alarme e sensor de estacionamento. 

Fiat Mobi Drive 1.0 6V

  • Etanol: 9,7 km/l (cidade) e 11,5 km/l (estrada)
  • Gasolina:  13,8 km/l (cidade) e 16,4 km/l (estrada)
  • Preço - R$ 39 mil

fiat mobi
Legenda: Veículo tem equipamentos de série para segurança, conforto e infotenimento
Foto: Divulgação/Fiat

O subcompacto oferece equipamentos de série para segurança (freios ABS, travamento central das portas, airbags frontais); conforto (ar-condicionado, ajuste do volante em altura, direção assistida e comando interno do porta-malas), e infotenimento (computador de bordo, conta-giros e indicador de temperatura externa).

A linha 2022 do veículo apresentará novidades principalmente na versão Trekking, que ganhou central multimídia de 7 polegadas com reconhecimento de voz, além de porta-objetos, espelho auxiliar, quatro alto-falantes, dois tweeters e volante multifuncional

Renault Sandero

  • Etanol: 9,5 km/l (cidade) e 9,6 km/l (estrada)
  • Gasolina:  14,2 km/l (cidade) e 14,1 km/l (estrada)
  • Preço: R$ 69.490

renault sander
Legenda: Carro dispõe de sistema ABS e discos ventilados na dianteira
Foto: Divulgação/Renault

Motor de quatro tempos, bicombustível (gasolina e/ou etanol), três cilindros em linha, 12 válvulas e refrigeração por circuito de água sob pressão, o Renault Sandero possui câmbio mecânico de cinco velocidades e marcha à ré com sistema ABS, discos ventilados na dianteira e freios traseiros com tambores.

A versão Zen possui direção eletro-hidráulica, rodas de 15", airbags laterais e isofix, ajuste de altura de banco e volante, entre outros equipamentos de série. A GT Line, por sua vez, tem rodas de liga leve 15", farol de neblina, vidros elétricos traseiros e aplique para-choque traseiro.

Volkswagen UP TSI 1.0 12V

  • Etanol: 9,6 km/l (cidade) e 11,1 km/l (estrada)
  • Gasolina:  14,1 km/l (cidade) e 16 km/l (estrada)
  • Preço: R$ 56.900

up
Legenda: UP sai da concessionária com distribuição eletrônica de frenagem e travas elétricas
Foto: Divulgação/Volkswagen

Com câmbio manual de cinco marchas, o UP TSI 1.0 12V tem tração dianteira, direção elétrica e freios a disco com dois discos ventilados. A suspensão é do tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal, enquanto a traseira é por eixo de torção, roda tipo semi-independente e molas helicoidal.

Os itens de segurança são compostos por airbag motorista e passageiro, distribuição eletrônica de frenagem e travas elétricas. O carro vem ainda com computador de bordo e farol de neblina.