Honda confirma fim de fabricação dos modelos Civic e Fit no Brasil

Veículo será importado do Canadá a partir de 2022, enquanto a estratégia para o fim do Fit é a substituição pelo novo City

Sedã Honda Civic
Legenda: Sedã Honda Civic deixará de ser produzido no Brasil
Foto: Divulgação

Após 24 anos, a atual geração do sedã Honda Civic deixará de ser produzido no Brasil, segundo confirmação da marca japonesa. O veículo era fabricado em Sumaré, São Paulo, mas a partir de 2022 será importado do Canadá. Outro modelo que terá a fabricação encerrada no País é o Fit, que começou a ser produzido em 2003.

Entre os motivos para o encerramento da produção do Civic, segundo informações do portal ig, está a perda de força do segmento dos sedãs médios nos últimos anos com a chegada de novos SUVs.

A mudança de patamar do Civic na comparação com outros modelos nacionais é outro motivo. Isso porque o sedã médio, em sua nova geração, ficou mais sofisticado e tecnológico, fator que aumentaria o número de componentes importados, precificados em dólar no mercado internacional.

Segundo a coluna de Jorge Moraes, do Uol, o Honda Fit teve 609 mil unidades comercializadas desde 2013. Ele tinha motor 1.5 e caixa CVT nas versões EX e EXL.

Substituição pelo City renovado 

Por fim, a renovação do sedã compacto City, que será lançado no fim deste mês, foi decisiva para o fim dos modelo Civic nacional e Fit. A Honda espera que parte dos clientes das versões mais em conta do Civic migrem para o City. 

O modelo ficará maior na linha de 2022, e são esperadas versões custando mais de R$ 100 mil. 

O fim do Civic nacional faz parte da reestruturação da Honda para esta década. Além da versão sedã do City, a marca terá uma variante hatchback para concorrer com Chevrolet Onix, VW Polo e Fiat Argo.