Volkswagen Gol deve sair de linha em 2022; saiba os motivos

Polo Track deverá assumir posto de carro de entrada da marca alemã

Vários unidades do VW Gol enfileiradas em fábrica da marca
Legenda: Uma das versões do veículo pode sair do mercado ainda neste ano
Foto: divulgação/Volkswagen

O veterano Gol, carro de entrada da Volkswagen, sairá de linha em 2022. A informação foi divulgada pelo presidente e CEO da marca na América Latina, Pablo Di Si, em coletiva de imprensa na última sexta-feira (5), conforme a revista Quatro Rodas.

O posto do veículo será assumido pelo Polo Track, versão com design diferenciado e proposta aventureira que tomará lugar das versões de entrada, 1.0 MPI e 1.6 MSI, do Polo.

“O Gol é um ícone como o Fusca ou a Kombi. Ele continuará a ser produzido em 2022, mas no futuro, esses veículos não vão atender a nova legislação. Está sendo processo assimilar, porque a legislação mudou e vai afetar o Gol", explicou o executivo, complementando que a montadora continuará o produzindo, mas sob a plataforma MQB como estratégia futura.

Uma dúvida após a divulgação do assunto é se um dos quatro novos carros compactos a serem lançados pela marca entre 2022 e 2026 na América do Sul será um substituto para o Gol ou uma nova geração dele, diferente da forma pela qual ele é conhecido. No entanto, as chances de o "novo Gol" ser, na verdade, um SUV de entrada, são grandes.

VW Gol vermelho andando em estrada
Legenda: Marca pode lançar um "novo Gol" como SUV de entrada
Foto: divulgação/Volkswagen

A Quatro Rodas enfatizou que os lançamentos serão uma família de carros de entrada com picape compacta nacional (substituta da Saveiro) e uma intermediária, derivada do conceito Tarok. Esta última será fabricada na Argentina.

Seguimento no mercado

De acordo com a revista AutoEsporte, o VW Gol seguirá sendo oferecido no mercado brasileiro no ano que vem. Contudo, uma das versões do modelo pode deixar de existir ainda em 2021: a versão 1.6 com 104 cavalos com câmbio manual, atualmente no valor de R$ 72.250.

Em razão disso, o Gol seguirá sendo produzido apenas nas versões 1.0 manual e 1.6 automática, disponíveis no mercado por R$ 67.790 e R$ 83.390, respectivamente.

Além do veículo de entrada, o motor 1.6 manual equipa a Saveiro e o Voyage, picape e sedã derivados do hatch. Ambos também devem perder a configuração.

Razões para fim da versão

Segundo a AutoEsporte, o motivo para o fim da versão é balizado pela nova norma de emissões do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores L7 (Proconve L7), a qual exige redução nas emissões de poluentes dos veículos nacionais. 

O programa entra em vigor no começo de 2022, e algumas montadoras terão de atualizar o conjunto mecânico dos veículos para cumprirem as exigências. No caso de carros com plataformas mais antigas, como o Gol, as mudanças podem não ser vantajosas.

História do Gol

VW Gol de primeira geração
Legenda: Ícone da marca no País, veículo foi lançado em 1980
Foto: divulgação/Volkswagen

O Gol é tido como um dos maiores sucessos da Volkswagen. Fabricado no Brasil desde 1980, o carro é o mais exportado da história do País, tendo sido líder de vendas por quase 30 anos e, no mês de outubro deste ano, o décimo carro mais emplacado nacionalmente, com 5.039 unidades.

Os números de vendas consistentes, conforme a AutoEsporte, podem ser motivos que embasaram a decisão da fabricante de seguir ofertando o veículo e os derivados dele por mais um ano. Isso não ocorreu, por exemplo, com os modelos populares Fox e Up!, saídos de linha neste ano.


Assuntos Relacionados