Suspeito de matar escrivão em Tauá entra para lista de mais procurados do Ceará

Antonio Josivan Lopes está foragido desde sexta (30), quando atirou contra agente da Polícia Civil do Estado do Ceará

Foto de Antonio Josivan, procurado pela SSPDS
Legenda: Antonio Josivan fugiu da delegacia algemado e com a arma do escrivão
Foto: reprodução/SSPDS

Antonio Josivan Lopes Silva, de 30 anos, suspeito de matar com um tiro na nuca um escrivão da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), em Tauá, teve imagem divulgada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Agora, ele passa a integrar a lista dos criminosos mais procurados do Ceará.

Conforme a pasta, o objetivo da divulgação da imagem é possibilitar a localização do investigado. Além disso, a SSPDS também aponta que todos os recursos necessários estão sendo empregados nas diligências a fim de encontrá-lo.

Veja:

Enquanto isso, os canais para recebimento de denúncias sobre o caso continuam ativos. O Disque-Denúncia, disponível no 181, foi colocado à disposição, assim como o número (88) 98134-6884, da Delegacia Regional de Tauá.

Crime em Tauá

O escrivão Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos, foi morto após ter a própria arma tomada por Antônio Josivan, que havia sido preso por tráfico de drogas. Ainda algemado, ele disparou contra a vítima por volta das 2h na última sexta (30), fugindo do local em seguida.

Escrivão morto com tiro na nuca em Tauá, no Ceará
Legenda: O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol/CE) lamentou a morte de Aloísio Alves Lima Amorim
Foto: reprodução/Arquivo Pessoal

Josivan e outro homem haviam sido encaminhados à Delegacia de Tauá, logo após constatação de envolvimento em uma ocorrência de venda de entorpecentes no município de Pedra Branca, distante 89 km de Tauá.

Após o disparo, o agente de segurança teria passado pelos primeiros socorros ainda na delegacia, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança