Policiamento no entorno de shoppings de Fortaleza deve ser reforçado, diz secretário da Segurança

Além disso, estabelecimentos farão compartilhamento de informações com órgãos de segurança

Legenda: Shoppings atuarão de forma integrada com as polícias civil e militar no compartilhamento de informações
Foto: Emanoela Campelo de Melo

Visando ampliar a segurança no entorno dos shoppings de Fortaleza, os estabelecimentos atuarão de forma integrada com as polícias Civil e Militar no compartilhamento de informações. 

Foi o que ficou decidido, na tarde desta quinta-feira (26), em reunião na Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL Fortaleza), entre o presidente da entidade, Assis Cavalcante, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, e o comandante geral da Polícia Militar, coronel Márcio Oliveira. 

As estratégias são anunciadas dias após duas ações criminosas em lojas de shoppings da Capital. Na sexta-feira (20), a gerente de uma joalheria foi morta durante assalto em shopping do bairro Edson Queiroz. Dias antes, na segunda-feira (16), joalheria foi assaltada em shopping do bairro São Gerardo.

Segundo o secretário, entre as estratégias debatidas no encontro, está o reforço no fluxo de informações entre os shoppings centers e os órgãos da Segurança Pública, para identificar integrantes de quadrilhas que possam estar no interior dos estabelecimentos.

Ainda conforme Sandro Caron, a preparação das ações começa ainda nesta quinta. Elas devem entrar em prática já neste fim de semana. 

Policiamento ostensivo

Sem dar mais detalhes para não pôr em risco a operação, Caron anunciou estratégia de policiamento ostensivo no entorno dos grandes centros comerciais. 

"Serão posicionamentos da Polícia Militar em áreas externas dos estabelecimentos para tentar coibir fugas de pessoas que pratiquem crimes. Também teremos ações da Polícia Civil no que diz respeito a investigações sob grupos que praticam assaltos não só em shoppings, mas em vários outros corredores comerciais e bancários da Cidade", explica.

Morte em shopping

A definição das estratégias acontece quase uma semana após a tentativa de assalto que resultou na morte da gerente de joalheria Caroline Alves da Rocha. O crime aconteceu na última sexta-feira (20).

Durante a ação criminosa, no shopping Iguatemi, a profissional chegou a ser feita de escudo humano por um dos assaltantes. Ao todo, cinco suspeitos foram presos por participação no crime. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança