Policiais civis reforçam segurança nas ruas de Fortaleza e região metropolitana

São 21 equipes formadas por inspetores, escrivães e delegados realizando policiamento ostensivo e preventivo e dando apoio nos trabalhos de delegacias plantonistas da capital e região metropolitana

Legenda: Equipes realizam trabalho ostensivo e preventivo durante a noite de terça e madrugada de quarta-feira
Foto: Foto: Divulgação

Policiais civis realizam na noite desta terça-feira (18) e madrugada de quarta-feira (19) um trabalho de policiamento ostensivo e preventivo nas ruas de Fortaleza e região metropolitana (RMF). 

As 21 equipes formadas por inspetores, escrivães e delegados de Polícia Civil saíram do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), ainda no fim da noite de terça, para reforçar a segurança e também auxiliar no trabalhos das delegacias plantonistas tanto da capital como da RMF.

Segundo Tony Brito, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol/ CE) os agentes cumprem determinação e convocação do governador Camilo Santana para reforçar o policiamento. "O nosso foco maior é a população. Houve essa convocação e nós precisamos sim levar segurança para a sociedade e nós estamos à disposição", esclareceu. 

A operação deve se estender até as 6h da manhã inclusive em cidades do interior do estado, como Sobral e Juazeiro do Norte.

Crimes miliares

Em meio a um cerco judicial para coibir a possibilidade de paralisações ou de greves de militares no Ceará, o Governo do Estado instaurou, nesta terça-feira (18), Inquérito Policial Militar (IPM) contra 150 policiais envolvidos em atos que configuram crime militar. Em Fortaleza, três oficiais foram presos por cercar uma viatura para secar pneus no Bairro Antônio Bezerra, nas imediações do 18º Batalhão de Polícia Militar.

Frota de ônibus

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) informou na noite desta terça-feira (18), que o serviço de transporte está ocorrendo normalmente em Fortaleza. "Não há nenhuma espécie de redução de serviço programado ou recolhimento de frota", esclareceu o Sindiônibus. 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?