Polícia prende mais dois suspeitos de participação na Chacina do Barroso

Carro usado na ação criminosa também foi apreendido

Autoridades de segurança em coletiva da Polícia Civil
Legenda: Um dos presos participara das execuções das vítimas, enquanto o outro seria o mandante do crime
Foto: divulgação/SSPDS

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) informou, nesta terça-feira (11), que dois suspeitos de envolvimento na Chacina do Barroso foram presos. Durante a ofensiva policial, um carro que teria sido usado na ação também foi apreendido.

Com isso, chegou a quatro o total de detidos (três adultos e um adolescente) suspeitos de participação no caso, que deixou cinco pessoas mortas.

Os dois suspeitos foram identificados como Antônio Alex Sousa de Castro, 20 anos, que já responde por roubo e homicídio, e Luciano da Silva, 30 anos, com passagens por homicídios, porte ilegal de arma de fogo e por integrar organização criminosa. 

A Polícia suspeita que Antônio Alex participou diretamente das execuções das vítimas. E Luciano seria o mandante do crime.

As informações foram repassadas em entrevista coletiva.

Capturas anteriores

Outras duas pessoas já tinham sido capturadas por envolvimento na ação criminosa, ocorrida no dia 25 de abril. Um dos detidos é um adolescente; o outro, um adulto. Foram apreendidas, com ele, duas armas de fogo, enviadas à Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) para análise de uso na chacina. 

Como foi o crime

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), três homens e uma mulher, com idades entre 23 e 48 anos, foram atingidas por tiros pelos suspeitos que chegaram em um carro e uma motocicleta. O crime foi na altura da rua Renata Braga com a Travessa Daniele. As quatro vítimas morreram no local.

Uma quinta vítima foi encontrada lesionada no cruzamento da rua Renata Braga com a avenida Pompílio Gomes. Embora tenha sido socorrido, o homem não resistiu aos ferimentos.

Munições de diversos calibres foram encontradas com a vítima.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança