Polícia Civil prende um dos homens mais procurados do Ceará

Jovem de 24 anos tinha mandados de prisão pelo crime de homicídio e por integrar uma organização criminosa

Escrito por Redação,

Segurança
Legenda: Suspeito foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo
Foto: Divulgação/SSPDS

A Polícia Civil do Estado (PC-CE) prendeu um dos homens mais procurados do Ceará: Otávio Augusto Monteiro Jardim, conhecido como Totó, de 24 anos. A prisão foi efetuada em um imóvel localizado no bairro Jereissati I, em Maracanaú, nesta segunda-feira (2). 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), o suspeito tinha mandados de prisão em aberto por homicídio e por integrar uma organização criminosa. 

"Essa facção tem várias capilarizações. Então, em cada interior, mais especificamente em Itarema, têm cabeças. Ele comandava uma com uma certa brutalidade, onde ocorriam muitas mortes violentas. A importância dele era justamente essa, ele controlava aquela região", revelou a delegada de Itarema, Prícila Oliveira.

O caso foi abordado em coletiva na Polícia Civil do Estado do Ceará na manhã desta terça-feira (3).

Durante a abordagem, o suspeito foi encontrado com duas pistolas de calibre 40 e munições. Por isso, Totó foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

Iniciativa da Polícia Civil

A ação de combate às organizações criminosas foi conduzida pela Delegacia Municipal de Itarema. Além disso, contou com apoio da Delegacia Regional de Acaraú, dos Departamentos de Inteligência (DIP) e de Polícia Judiciaria da Capital (DPJC) e do Interior Norte (DPJI Norte).

Em meio à abordagem policial, Totó foi encontrado com dois colegas. Um deles também tinha mandado de prisão em aberto.

Segundo Edvando França, delegado diretor do departamento de inteligência da Polícia Civil do Estado do Ceará, vários aspectos são analisados para definir os procurados no estado.

"A atuação criminosa dele ocorria em todo o estado. Então analisados alguns critérios: a brutalidade como ele cometia os crimes, a forma como ele cometia e divulgava esses crimes, a quantidade deles, a forma como ele comandava, tudo isso contribui para colocarmos na lista dos mais procurados", informou. 

 

Assuntos Relacionados