Polícia Civil prende membro de organização criminosa do Maciço de Baturité

Homem é comparsa de 'Rafael Finim', ex-fuzileiro naval suspeito de praticar série de crimes na região

Esta imagem mostra um policial civil de costas ao lado de uma viatura no município de Icó
Legenda: O crime de estupro de vulnerável tem pena prevista de 8 a 15 anos de reclusão
Foto: divulgação

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), da Polícia Civil do Ceará, prendeu nesse domingo (18), um homem apontado como o responsável pela entrada e distribuição de drogas no Maciço de Baturité. Júlio César Pires de Oliveira, de 24 anos, estava em uma casa no Porto das Dunas, em Aquiraz. O homem é tido ainda como um dos comparsas de 'Rafael Finim', líder de uma facção criminosa da região.

Segundo o titular da Draco, Kléver Farias, Júnior assumiu a logística de comercialização do entorpecente na região após a captura de Rafael, em novembro do ano passado. Contra ele, já havia um mandado de prisão preventiva por integrar organização criminosa. 

"Júlio era o principal responsável pela distribuição de drogas no Maciço de Baturité a mando do 'Rafael Finim'. Com essas informações,  percebeu-se de fato que há fortes indícios de que ele faz o tráfico de entorpecentes. Foi representado pela prisão preventiva e deferida recentemente", detalha o delegado.

Com o alvo, a polícia localizou três veículos avaliados em R$ 230 mil e uma pistola, esta última na própria casa do suspeito, na zona rural entre Barreira e Pacajus. 

Liderança

Ex-fuzileiro naval, Bruno Rafael Nascimento Leandro, o 'Rafael Finim', de 30 anos, é considerado pela Polícia Civil líder de uma organização criminosa no Maciço de Baturité, com antecedentes criminais por homicídio, roubo a banco, associação criminosa, crime eleitoral, porte e posse ilegal de arma de fogo. 

Rafael Finim
Legenda: 'Rafael Finim' tem histórico criminal por homicídio e associação criminosa, entre outros
Foto: Reprodução

A última prisão do homem ocorreu no dia 15 de novembro de 2020, suspeito de comprar votos para um candidato a vereador, em Redenção. Rafael foi autuado em flagrante por integrar associação criminosa e por crime eleitoral. No momento da abordagem, a Polícia apreendeu com ele dois celulares, cartões de créditos de terceiros, uma quantia de R$ 2,2 mil e um carro.

Ainda em 2017, mesmo estando detido no Sistema Penitenciário de Pernambuco, 'Finim' teria arquitetado um ataque a banco em Redenção. Durante as investigações, a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) localizou um paiol (depósito de armas), pertencente à facção do suspeito, com fuzil AK-47, submetralhadora, espingardas e pistola.

Ele também foi detido no ano de 2013 na região de Boa Fé, em Redenção, por roubos a agências bancárias. Outras sete pessoas foram capturadas, além da apreensão de um arsenal de armas, composto por um fuzil, escopeta, carabina e revólver. 


 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança