'Pagode no Sigilo' é fechado duas vezes no mesmo fim de semana pela PM

Festas realizadas em um lava-a-jato foram interrompidas na sexta e no sábado, na avenida Pedro Lazar, no bairro Cambeba

A Polícia Ambiental e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) encerraram, por dois dias seguidos, uma festa conhecida como "Pagode no Sigilo". A festa é realizada no local onde funciona um lava-a-jato, na avenida Pedro Lazar, no bairro Cambeba. 

> Festas de fim de ano e Covid-19: o que pode e o que não pode e como denunciar abusos

> Centro de Fortaleza tem grandes aglomerações no primeiro dia da Operação Fim de Ano Seguro

> Festas residenciais no Ceará devem ter no máximo 15 pessoas, estabelece decreto estadual

Nas noites de sexta-feira (12) e do sábado (13), cerca de 1.500 pessoas estiveram no local desrespeitando o distanciamento social e o uso obrigatório de máscara previstos em decreto estadual para evitar a propagação da Covid-19. Todas as pessoas foram dispersadas.

Essas não foram as únicas vezes que o pagode foi encerrado. Em agosto deste ano, já durante a pandemia no novo coronavírus, o lava-a-jato onde a festa é realizada foi flagrado por uma equipe de reportagem do Sistema Verdes Mares realizando o mesmo evento, com uma multidão de frequentadores desrespeitando as regras de distanciamento vigentes no Estado.

Na sexta-feira (11), os agentes dispersaram cerca de 700 frequentadores no evento. Os dois organizadores da festa, um homem e uma mulher, foram presos pelo descumprimento do decreto estadual. Eles foram levados para o 13º Distrito Policial, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) com base no artigo 268.

A Polícia Militar informou que, mesmo com o encerramento na sexta, o "Pagode no Sigilo" voltou a acontecer no sábado (12, e novamente foi encerrado pela Polícia.

Conforme a PM, cerca de 500 frequentadores estavam na festa no momento da abordagem. Um outro organizador foi detido e levado para o 13º DP, onde novamente foi registrado um TCO. O lava-a-jato que nos fins de semana vira ponto de festa foi embargado e ficará fechado por sete dias.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança

Assuntos Relacionados