Cearense suspeito de armazenar 780 kg de droga em Fortaleza é preso na Argentina

Ilícitos foram apreendidos no dia 11 de setembro em um terreno privado no bairro Demócrito Rocha

droga
Legenda: Material estava empacotado e empilhado em uma propriedade na Capital
Foto: Reprodução

Um cearense suspeito de ser o responsável por armazenar 780 kg drogas em um terreno privado na Avenida Carneiro de Mendonça, no Demócrito Rocha, em Fortaleza, foi preso em Puerto Madryn, no Sul da Argentina, no último dia 7 de outubro. O entorpecente já havia sido localizado no dia 11 de setembro.

Investigações da Delegacia de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil do Ceará, concluíram que Paulo Henrique Ferreira dos Santos fugiu do estado em um voo fretado no mesmo dia da apreensão dos ilícitos "para se valer de impunidade", afirma o delegado Alisson Gomes. 

"De imediato, representamos ao Poder Judiciário pela sua prisão com a difusão vermelha, que é o cadastro desse mandado de prisão para autoridades internacionais através da Interpol", explica.

Prisão

O suspeito foi capturado no momento em que procurou a Direção Nacional de Migração, na Argentina, para legalizar a sua estadia no país. Ao verificar os dados pessoais, o órgão identificou que ele possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça do Ceará a pedido da PC-CE. 

preso na Argentina
Legenda: Paulo Henrique fugiu de Fortaleza para o Sul da Argentina em voo fretado
Foto: Divulgação

Ainda conforme o delegado Alisson Gomes, a corporação inicia nesta quarta-feira (13) o processo formal de extradição junto às autoridades argentinas para que Paulo Henrique retorne ao Ceará, preste depoimento e a PC-CE conclua a apuração do caso.

Embora não tenha dados detalhes para não comprometer o fluxo das investigações, o delegado antecipou que o suspeito pode exercer uma posição estratégica no tráfico de drogas dentro de uma organização criminosa.

"O que a gente pode delimitar nesse momento, até pela quantidade de droga apreendida, é que ele não fez esse crime sozinho. A ligação dele com ligações criminosas fica a cargo para os próximos passos das investigações", pondera. 

Apreensão

Os ilícitos foram encontrados por agentes do Comando Tático Motorizado (Cotam), da PMCE, após denúncias anônimas que indicavam uma movimentação suspeita no terreno. O local servia de estacionamento para veículos de concessionárias da região.

Com autorização de dois seguranças do terreno, os PMs entraram na propriedade e encontraram a droga empacotada e empilhada, sendo 762 kg de maconha e 18 kg de crack.

Os dois homens que se apresentaram como seguranças do terreno, assim como a droga, foram conduzidos à Delegacia de Narcóticos (Denarc), no bairro de Fátima. Eles, no entanto, foram liberados em seguida, já que a especializada não constatou envolvimento deles com o crime. 

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança