Tasso pede a convocação de Onyx para explicar baixo repasse do Bolsa Família ao Nordeste

O pedido do senador precisa ser aprovado pelo colegiado para a convocação do ministro na próxima semana

Legenda: A expectativa que é que Onyx Lorenzoni seja convocado ao Senado na próxima semana
Foto: Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Tasso Jereissati (PSDB) publicou um vídeo nas redes sociais, na noite desta sexta-feira (6), anunciando que vai solicitar a convocação do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para dar explicações no Senado sobre o baixo percentual de famílias atendidas pelo programa Bolsa Família na região. 

Conforme números divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo, na edição desta quinta-feira (5), o Nordeste ficou apenas com 3% do total de concessões feitas pelo Governo Federal no primeiro mês do ano. A região Sudeste, mais rica e populosa do País, ficou com 45,8%. Enquanto o Sul ficou com 29,3%, Centro-Oeste com 15% e Norte com 6,9%. 

"Uma das extravagâncias mais perversas que já vi de um Governo foi essa notícia recente que, na distribuição do Bolsa Família, coube ao Nordeste brasileiro, reconhecidamente região mais pobre e necessitada, apenas 3%", disse o tucano em uma rede social. 

De acordo com o ex-governador do Ceará, "se isso é fato, que eu custo a acreditar que seja fato, para esclarecer estou pedindo a convocação em urgência do ministro da cidadania ainda na semana que vem para vir ao Senado Federal dizer o quê, porquê, que tipo de critério foi utilizado para que a gente possa tomar as medidas cabíveis". 

Ainda segundo Tasso, caso esse percentual se confirme e seja mantido, "isso pode significar o rompimento do Nordeste com o Governo Federal" do ponto de vista político no Congresso Nacional.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política