Mais da metade dos eleitores se informa pelo Whatsapp, aponta pesquisa BTG Pactual

O levantamento mostra, no entanto, que 87% das pessoas que recebem informações pelo aplicativo desconfiam que sejam fake news.

A pesquisa BTG Pactual divulgada, nesta segunda-feira (15), apontando o candidato Jair Bolsonaro (PSL) na frente das intenções de voto com 59%, contra 41% do candidato Fernando Haddad (PT), revela também que mais da metade dos entrevistados utilizam o Whatsapp como fonte de informação política

O Instituto FSB Pesquisa, que realiza o levantamento para o BTG Pactural, perguntou a 2 mil eleitores se, ao longo da campanha, eles receberam informações sobre política e eleições por meio de grupos no Whatsapp e 53% dos entrevistados responderam que sim. 

Ao mesmo tempo a pesquisa mostra que 87% das pessoas que responderam sim desconfiam da veracidade das notícias recebidas pelo Whatsapp, as chamadas fake news.

Na tentativa de combater as notícias falsas espalhadas, principalmente, pelo Whatsapp, o Conselho Consultivo sobre Internet do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estuda medidas de caráter disciplinar contra o aplicatido de mensagens, segundo reportagem publicada pelo jornal O Globo, nesta segunda. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política