"Dizem que vai para a Capital", diz agricultor ao observar a chegada das águas do São Francisco

O presidente Jair Bolsonaro está no Cariri no evento que marca a chegada das águas da Transposição no Ceará

Legenda: Antônio dos Santos lembra que teve um terreno indenizado para a passagem do canal
Foto: Antônio Rodrigues

No clássico "Os Sertões", Euclides da Cunha descreveu o sertanejo como sendo "antes de tudo um forte". No entanto, as qualidades deste povo que padece, mas não esmorece, vão bem além. Conformado com a dura realidade de seca, o agricultor Antônio Martins dos Santos (74), às margens do amplo canal construído pelo homem para a chegada das águas do São Francisco ao Ceará, observa a movimentação e espera a chegada das águas. hoje, elas finalmente chegam após mais de uma década em que a obra começou a ser comentada na região.

O senhor Antônio estava acompanhado de José Manoel da Silva (66), nesta manhã. Os dois são do Sítio Lagoa Preta, em Penaforte, que fica nas proximidades do canal da Transposição.

Entre idas e vindas, o agricultor relembra que teve um "terreninho" indenizado para a passagem da obra. Agora, ele sabe o que é ter água por perto, mas está descrente: "Não tenho esperança de pegar essa água. Dizem que vai pra capital".

Comitiva

O presidente Jair Bolsonaro está na região do Cariri, neste momento, em evento que marca a chegada das águas da Transposição, uma obra iniciada ainda no governo Lula, ao Ceará.