O papel da alimentação na endometriose

Escrito por Fernanda Câmara ,
Fernanda Câmara é nutricionista
Legenda: Fernanda Câmara é nutricionista

A endometriose é o crescimento do endométrio fora da cavidade uterina. Afeta de 6 a 10% das mulheres em idade reprodutiva. Entre as desordens, é a mais comum de ser diagnosticada em mulheres desse grupo, mas o tempo de diagnóstico costuma ser extremamente longo, de 6 a 8 anos. Lembro perfeitamente da primeira paciente com endometriose que atendi no consultório, a fala dela foi um divisor de águas para entender a dor física e emocional que essa condição provoca.

“Nenhuma mulher deveria ser levada a acreditar que essa dor é normal”, ela disse. Isso depois de sofrer por anos com dores pélvicas intensas, uso constante de analgésicos, desordens intestinais, intenso fluxo menstrual e, há 3 anos, com tentativas frustradas para engravidar.

O que se sabe da endometriose é que ela apresenta um quadro inflamatório crônico e dependente de hormônios. Seu diagnóstico e tratamento são clínicos, mas o estilo de vida pode ajudar muito no manejo dos sintomas e controle da doença. É aqui que entra a importância da nutrição. Estudos mostram que um fator de proteção contra a doença é uma alimentação que tenha como base o consumo de frutas, folhosos, verduras e legumes.

Quando falamos em fatores que aumentam os riscos, podemos citar: alimentos ultraprocessados, gordura trans; grande exposição a contaminantes ambientais (fumo, álcool, agrotóxicos e pesticidas, BPA); consumo excessivo de carne vermelha, entre outros.

O papel da nutrição tem sido muito estudado na endometriose, principalmente por sua função na modulação da inflamação, metabolismo e atividade hormonal. Algumas estratégias nutricionais podem ajudar: manter um padrão alimentar baseado em frutas, verduras, folhosos e legumes; reduzir o consumo de carnes vermelhas; inserir alimentos ricos em ômega 3 (salmão, noz, sardinha) e consumir temperos naturais.

Cuidar da saúde do intestino faz toda diferença, quanto mais saudável ele for, melhor será sua função imunológica. Seu intestino tem comunicação direta com seu cérebro. Equilíbrio alimentar não significa exclusão de alimentos ou restrição alimentar. Procure um nutricionista para te ajudar a encontrar esse equilíbrio.

Fernanda Câmara é nutricionista

Rudy Xavier Fernandes é presidente da Adconce - Associação das Administradoras e Condomínios do Ceará
Rudy Xavier Fernandes
30 de Maio de 2024
Thiago Cyndier Pereira do Nascimento é advogado criminalista associado ao escritório Gonçalves Santos Advogados
Thiago Cyndier Pereira do Nascimento
29 de Maio de 2024
Marcelo Aith é advogado criminalista
Marcelo Aith
28 de Maio de 2024
Consultor pedagógico
Davi Marreiro
28 de Maio de 2024
Professor aposentado da UFC
Gonzaga Mota
24 de Maio de 2024
Jornalista e senador constituinte
Mauro Benevides
23 de Maio de 2024
Jornalista
Gilson Barbosa
23 de Maio de 2024