Greta expressa apoio a Biden em rara mensagem sobre política partidária

A jovem, que impulsionou um movimento global contra a mudança climática, pode encorajar a participação de jovens eleitores, em geral menos interessados no processo eleitoral

greta
Legenda: Greta foi escolhida pela revista Time como a Pessoa do Ano de 2019
Foto: AFP

A ativista contra a mudança climática Greta Thunberg expressou apoio neste sábado (10) ao candidato democrata à Presidência dos EUA, Joe Biden, pedindo aos eleitores preocupados com o meio ambiente que façam suas vozes serem ouvidas no pleito americano.

Em uma mensagem no Twitter, a sueca de 17 anos afirmou que ela nunca se envolve com política partidária, mas que "a próxima eleição nos EUA é acima e além de tudo isso".

"De uma perspectiva climática, está muito distante de ser o bastante, e muitos de você apoiam outros candidatos. Mas, quer dizer... Sabe... Droga! Apenas se mobilizem e votem todos em Biden", escreveu ela.

Greta, que impulsionou um movimento global contra a mudança climática, pode encorajar a participação de jovens eleitores, em geral menos interessados no processo eleitoral do que americanos mais velhos. O voto nos EUA não é obrigatório.

Após a sueca ser escolhida pela revista Time como a Pessoa do Ano de 2019, o presidente dos EUA, Donald Trump, atacou a ativista, afirmando que era tinha de "trabalhar o gerenciamento de raiva" dela e então "ir a uma cinema à moda antiga com um amigo".

O republicano também comentou com sarcasmo o discurso de Greta na conferência do clima da ONU, no ano passado, em que ela denunciou a falta de esforços de líderes globais para frear a mudança climática. "Como podem ousar?", questionou ela diversas vezes durante a fala.

Trump tem focado o desmantelamento da agenda climática de seu antecessor, o democrata Barack Obama, fazendo com que empresas se livrem dos custos de regulações para proteger o meio ambiente.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo