Homem solta pitbulls para atacar e matar gatos em terreno na Lagoa Redonda

Matanças são recorrentes segundo moradores do local; caso foi encaminhado à Delegacia de Crimes Ambientais

Moradores do bairro Lagoa Redonda, em Fortaleza, denunciam um vizinho que solta três cães da raça pitbull para matar gatos que vivem num terreno próximo. 

A matança dura mais de um ano, segundo a denúncia. "A comunidade toda se sente mal. Imagina você se acordar de madrugada, escutar os miados dos gatos e de manhã a gente só encontrar os pedaços deles. Isso é desumano", afirma um dos maradores, que preferiu não se identificar.

Os gatos são esquartejados pelos cães. Como as imagens são fortes, o Diário do Nordeste optou por não publicá-las.

A Sociedade Protetora Ambiental do Ceará (SPA-CE) recebeu a denúncia há um ano, mas não houve solução por falta de provas. "A gente recebeu essa denúncia e na época mandamos um agente, mas quando ele chegou lá não tinha constado nada. Desta vez, com as provas podemos realizar a denúncia junto à Polícia Ambiental", informou o presidente Márcio Sousa.

Uma das provas encaminhadas a Justiça é um vídeo que mostra o momento inicial dos ataques aos filhotes. 

Ainda segundo os vizinhos, o responsável adestra os cães para matar os filhotes. "O dono treina todo o processo do cachorro pegar os animais", afirmou outro morador que não quis se identificar. 

O risco de sofrer ataques não é só dos gatos, pois os pitbulls passeiam sem as medidas de segurança obrigatórias por lei, relatam os denunciantes. 

Legenda: Ainda segundo os vizinhos, o responsável adestra os cães para matar os filhotes
Foto: Foto: VC Repórter

A Delegacia do Meio Ambiente abriu investigação sobre o caso e, caso se confirmem as denúncias, o supeito deverá responder por crime ambiental. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 26 de Novembro de 2020