Pilares do acesso do Atlético-CE, Carlão e Ewerton comentam adversidades e superação na Série D

Com defesas milagrosas, Carlão foi o personagem da classificação do Atlético-CE à Série C do Campeonato Brasileiro, enquanto o jovem atacante Ewerton anotou gols importantes contra a Juazeirense e Ferroviária; veja entrevista completa

Legenda: Atlético-CE conquistou o inédito acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, após enfrentar problemas na Série D e superar adversidades
Foto: Divulgação / FC Atlético

Classificado como ‘azarão’ nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, o Atlético-CE fez história ao conquistar o inédito acesso às semifinais, garantindo assim a vaga na Série C do próximo ano, com brilho do goleiro Carlão, ao defender quatro cobranças na disputa de pênalti contra a Ferroviária, e a estrela do jovem atacante Ewerton.

Em apenas 24 anos de história, a Águia da Precabura se consolida no cenário local e nacional, com o feito de ascender de divisão na sua 3ª participação na Série D do Campeonato Brasileiro. Dentre outros feitos do Atlético-CE, está o vice-campeonato cearense, em 2016, e o vice-campeonato da Taça Fares Lopes, em 2019.

O acesso à Série C, entretanto, é o ponto mais alto da equipe da Lagoa Redonda. Os destaques individuais, mesmo com perda de atletas na trajetória da 4ª divisão, permitiram que o sonho de conquistar voos maiores da Águia da Precabura fossem alcançados. Dentre os principais atletas, estão o goleiro Carlão e o atacante Ewerton, que brilharam em momentos decisivos, contra a Juazeirense, pela 2ª fase, e contra a tradicional e favorita Ferroviária, pelas quartas de final.

Legenda: Pôster de classificado à Série C do Atlético-CE
Foto: Divulgação / FC Atlético

Paredão

“As perdas foram difíceis. Não tivemos um início de campeonato bom, pelas perdas que tivemos de jogadores, devido à campanha que fizemos no Campeonato Estadual. Sabíamos que perderíamos jogadores, mas esperávamos que viessem peças de reposição, mas não aconteceu no começo da Série D. Isso dificultou muito nossa trajetória. Tivemos que nos superar muito nesse campeonato, passamos muitas dificuldades sem peças de reposição, com jogadores machucados. Mas, soubemos controlar essas adversidades."
Carlão
Goleiro do Atlético-CE

"A diretoria deu mais respaldo, contratou jogadores que vieram para nos ajudar. Com a chegada dos atletas que estavam no Horizonte, deu uma encorpada no elenco. O grupo se fortaleceu. Crescemos jogo a jogo. E quando chegamos na reta final do campeonato, nós éramos uma equipe forte, uma equipe que sabia o que queria e que sabíamos que iria vencer os jogos.", completou o arqueiro.

As boas atuações de Carlão na Série D do Campeonato Brasileiro o tornou o grande destaque do Atlético-CE na temporada 2021. O arqueiro acumula defesas de pênaltis contra Juazeirense e Ferroviária em momentos cruciais da competição nacional. O feito é encarado, pelo atleta, como o ponto mais alto da carreira.

“O momento que eu estou vivendo na minha carreira é único. Um dos melhores da minha carreira até agora. Conseguir colocar o nome na história de um clube, é muito gratificante para os jogadores. Foi uma caminhada longa, difícil, mas nosso time conseguiu esse feito inédito para o clube.”

As decisões não são momentos novos para o arqueiro de 35 anos. Em 2011, ascendeu de divisão com o Treze-PB. E a experiência obtida pela equipe paraibana fiz a diferença no atual momento vivido pelo Atlético-CE.

“A experiência ajuda muito nesses momentos. Não só da minha parte, mas de outros jogadores que estão aqui. Nossa equipe é de muitos jovens, que nunca haviam vivenciado um momento desse, então a nossa experiência foi muito importante para os meninos, para passar tranquilidade e diminuir a ansiedade dos jogos decisivos.”

Jovem promissor

O oposto de Carlão é o jovem atacante Ewerton. Com apenas 23 anos, se consolidou no setor ofensivo da equipe de Raimundo Vágner após marcar gols importantes contra Juazeirense e Ferroviária. E a simbologia dos tentos é descrita com felicidade pelo atleta.

"Tive a oportunidade de fazer esse gols que foram importantes para a equipe na fase de mata-mata da competição, tendo em vista que foram gols contra equipes que até então vinham com as melhores campanhas. Marcar o meu nome na história do Atlético-CE, com o acesso inédito, é algo que ficará marcado na minha carreira de uma forma muito especial, por tudo que a família Atlético-CE superou."
Ewerton
Atacante do Atlético-CE

Legenda: Ewerton Potiguar anotou o gol do Atlético-CE no empate em 1 a 1 contra a Juazeirense-BA, pela 2ª fase da Série D do Campeonato Brasileiro
Foto: Divulgação / FC Atlético

Estrutura, diretoria e comissão técnica

O acesso do Atlético-CE à Série C do Campeonato Brasileiro é marcado por um outro feito. A Águia da Precabura é a única equipe que ascendeu de divisão, na temporada 2021, com uma mulher à frente da presidência. Maria Vieira, de 45 anos, comanda a diretoria da equipe cearense desde 2018.

“A nossa presidente tem um papel fundamental, não só para o grupo, mas para o clube, pela gestão feita. Uma presidente que procura sempre nos dar o máximo de condição, para que nós consigamos entrar em campo e desempenhar nosso papel. Nos trata, não só os jogadores, mas todos os funcionários, como seres humanos. Com carinho, com respeito, procurando sempre estar perto, querendo dar força. É uma função diferente. Passei por alguns clubes, com outras gestões, com presidentes (homens) à frente, e era completamente diferente."
Carlão
Goleiro do Atlético-CE

"[Eles] apareciam no campo uma hora ou outra, na maioria das vezes quando vencia, quando tinha glória, ou quando perdia e aparecia para cobrar. Não tinha essa rotina de todo dia estar no clube, perguntar como você estar e o ambiente. Com a presidente Maria é diferente. Ela está todo dia no dia a dia do clube. Demonstra carinho pelos atletas, pelos seres humanos. Isso é muito bom!”, finalizou Carlão.

A estruturação da Águia passa pelo processo de aquisição do atacante Ari (sem clube). A mudança de nome, o cargo mais alto da diretoria para uma mulher, além do trabalho desenvolvido pelo técnico Raimundo Vágner é visto com bons olhos pelo elenco.

"É preciso dizer que o Atlético tem uma estrutura física que nos proporciona treinamentos adequados, uma estrutura profissional excelente. Trabalhar diretamente com o Raimundo Vágner é uma grande oportunidade de aprender um pouco a cada dia. Um excelente profissional, que traz segurança e confiança, que nos permite colocar em prática nos jogos. O trabalho desenvolvido por ele é excelente!"

Momento do futebol cearense

A ascenção do Atlético-CE à terceira divisão abriu vaga para um outro representante cearense na Série D. O Icasa voltará a disputar uma competição nacional após seis anos. Além disso, o Estado do Ceará terá, ao todo, oito representantes distribuídos entre Séries A, C e D do Campeonato Brasileiro.

O bom momento do futebol local é comentado pelo goleiro Carlão, que cita a importância do sucesso, atribuindo, principalmente, a visibilidade de agora e futura que o Estado do Ceará terá com as equipes disputando competições nacionais.

“O futebol cearense cresceu muito. Está muito forte. Está provado! Duas equipes na Série A, três na Série C e três na Série D. Isso é bom para o estado, porque ganha mais força. Para os clubes e para os atletas. A visibilidade é maior. E você sabe que estar em um cenário de futebol que está em ascensão. Hoje, é um dos principais estados do Nordeste de força de futebol. A tendência é só aumentar. E esperamos que mais equipes consigam subir à Série B, C e D.”

Legenda: Comissão técnica e jogadores do Atlético-CE comemoram classificação à Série C em Araraquara (SP), após vencer, nos pênaltis, a Ferroviária
Foto: Divulgação / FC Atlético

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte