Ceará perde para o Desportivo Brasil e é eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior

Equipe alvinegra não conseguiu reverter a vantagem adquirida pelo time paulista durante o primeiro tempo

Ceará é eliminado da Copinha
Legenda: A equipe comandada por Juca Antonello se despede da competição com três gols marcados em dois empates, uma vitória e uma derrota
Foto: Denny Cesare/CearaSC

O Ceará perdeu por 2 a 0 para o Desportivo Brasil e foi eliminado na tarde desta quinta-feira (13), no Estádio Municipal Ernesto Rocco, da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Giovanny Morais e David Braga marcaram os gols para a equipe paulista ainda no primeiro tempo.

A equipe comandada por Juca Antonello se despede da competição com três gols marcados em dois empates, uma vitória e uma derrota. O Desportivo Brasil vai enfrentar o IAP na próxima fase da competição e aguarda o vencedor de Corinthians x Ituano.

VEJA COMO FOI O JOGO

O JOGO

O Ceará iniciou a partida com grandes chances de abrir o placar, logo no primeiro minuto, a equipe de Juca Antonello acertou uma bola na trave e colocou pressão no goleiro. A equipe continuou trabalhando a bola, mas sem a efetividade necessária para fazer o gol. 

Na primeira oportunidade, a equipe adversária não desperdiçou. Giovanny Morais mandou para o fundo das redes, sem chances de defesa para Davi Schneider,  aos quatro minutos do primeiro tempo e conseguiu segurar o ímpeto do Vovô durante o decorrer do jogo. 

Aos 19 minutos, o Desportivo chegou de novo e não deixou a chance escapar, David Braga marcou para a equipe paulista na entrada da área.  

O Ceará seguiu tentando e voltou a demonstrar perigo aos 21 minutos, em jogada de João Victor, que cruzou na área, mas faltou efetividade no ataque alvinegro, que não converteu em gol.

A equipe alvinegra entrou modificada para o segundo tempo, Felipe Micael saiu para a entrada de Gutierrez e João Victor deu lugar para Pedro Igor. Em busca de mais efetividade, o Ceará arriscou principalmente em cabeceios na área, mas o Desportivo conseguia segurar a vantagem adquirida no primeiro tempo. 

Talisson bateu cruzado aos 36 minutos, mas a bola saiu forte demais, sem ninguém para marcar. Correndo atrás do prejuízo, Pedro Igor se livrou da marcação e chutou forte, mas João Calheira segurou firme a bola aos 38 minutos. Nos acréscimos, o Desportivo ainda teve chances de ampliar o placar, mas Davi salvou para o Vovô.

 
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte