Ceará terminará Série A com o mesmo técnico que iniciou pela primeira vez na era dos pontos corridos

Guto Ferreira disputou 36 jogos até o momento e tem um aproveitamento de 42,6%

Legenda: Guto Ferreira renovou com o Ceará até dezembro de 2021
Foto: Felipe Santos/Ceará SC

Guto Ferreira fará história no Ceará ao final do Campeonato Brasileiro. O treinador de 55 anos teve seu contrato renovado na noite da última terça-feira (16) até o final da temporada 2021. Ao final da Série A, Guto será o primeiro treinador a começar e terminar uma Série A (na era dos pontos corridos) na história do Alvinegro na competição.

São 36 partidas disputadas, 12 vitórias, 10 empates e 14 derrotas. Guto Ferreira deu ao Ceará uma identidade, deixou a equipe competitiva e conseguiu superar o trauma do torcedor alvinegro, que vinha de duas temporadas brigando para não cair. Um mix de avanços, que comprovam a eficiência de Gordiola.

Nas últimas duas temporadas o Ceará teve seis treinadores: Marcelo Chamusca, Jorginho e Lisca, em 2018, e Enderson Moreira, Adilson Batista e Argel Fucks, em 2019.

Porém, o excesso de treinadores não é algo novo na rotina alvinegra na elite do futebol brasileiro. Quando retornou à Série A após 16 anos, em 2010, o Vovô também sofreu com muitas mudanças. À época, PC Gusmão, Estevam Soares, Mário Sérgio e Dimas Filgueiras comandaram o Ceará à beira do campo.

No ano seguinte, a falta de continuidade do trabalho resultou no rebaixamento do Ceará para à Série B. Vágner Mancini foi quem inicou o trabalho, que viria a ser substituído por Estevam Soares, novamente, e finalizado por Dimas Filgueiras.

A temporada 2020, porém, foi diferente e os resultados foram refletidos dentro de campo. A manutenção do trabalho de Guto Ferreira fez o Ceará garantir a permanência com seis rodadas de antecedência, além de estar com a vaga para a Sul-Americana encaminhada.

Restando ainda duas rodadas para o final da temporada 2020, Guto Ferreira terá pela frente os rebaixados Coritiba e Botafogo, respectivamente, para tentar superar uma outra marcar na história do Ceará: a de maior pontuação. A melhor temporada na era dos pontos corridos da Série A foi em 2010, quando a equipe finalizou a competição na 12ª colocação, com 47 pontos, se classificando para a Sul-Americana.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte