Ceará e Ferroviário duelam por vaga na final do Cearense 2020; TV Verdes Mares transmite

Clássico da Paz em jogo único vale lugar na decisão do Campeonato Cearense, com o Vovô podendo até empatar em um possível prorrogação para avançar. Ao Ferrão só a vitória interessa

Legenda: Vina e Bergson comemoram gol de honra no Clássico-Rei. Agora, não se pode perder Técnico Marcelo Vilar reestreou contra o Caucaia, no meio de semana, e o time não fez uma boa apresentação
Foto: Foto: Pedro Chaves/FCF

Ceará e Ferroviário duelam hoje por uma vaga na final do Campeonato Cearense, um jogo único, às 16 horas no Castelão. Será um Clássico da Paz diferente, sem o charme das duas torcidas, pelo futebol sem público no País, mas com a tensão de um jogo decisivo que vale vaga na final. E pelo regulamento, o time de melhor campanha na 2ª fase, o Ceará, que foi 2º colocado, joga por um empate caso o duelo vá para a prorrogação. Para o Tubarão da Barra, portanto, será preciso vencer para avançar. A partida terá transmissão ao vivo da TV Verdes Mares e da Rádio Verdes Mares. O Diário do Nordeste e o globoesporte.com/ce mostram detalhes em tempo real.

Vovô e Tubarão da Barra chegam para o duelo em situações semelhantes. Apesar de mudarem de técnico recentemente, ambos precisam ainda de ajustes nas suas equipes, como ficou claro nos jogos anteriores. Um estágio natural.

Tanto Guto Ferreira, no Ceará, quanto Marcelo Vilar, no Ferroviário, ainda não têm tempo de trabalho suficiente para que seu padrão tático seja assimilado e desenvolvido em nível aceitável pelos jogadores.

Assim, o Ceará foi derrotado pelo Fortaleza no Clássico-Rei por 2 a 1 na última quarta-feira (15) no Castelão, enquanto o Ferroviário não passou de um empate em 0 a 0 contra o Caucaia, no Elzir Cabral, para decepção das torcidas.

Sem erro

Por isso o jogo promete ser tenso para os dois times, pelo caráter decisivo e por não poderem errar. Qualquer erro pode ser fatal em uma decisão de vaga para a final do Estadual, já que não haverá um segundo jogo para recuperação.

E buscando ainda uma formação, amadurecimento tático e entrosamento. Guto Ferreira deve mudar o mínimo possível na escalação alvinegra. Apenas pontualmente em caso de desgaste físico. Ele repetiu a formação inicial nos jogos contra Barbalha e Fortaleza e pode realizar mudanças, como a entrada do zagueiro Luiz Otávio, que jogou alguns minutos do Clássico-Rei.

"Cada partida é uma partida. Vamos respeitar, vamos para cima deles e vamos procurar vencer. Porque queremos ir à final. Nós vamos trabalhar sempre com o departamento de fisiologia definindo a situação da equipe. Sempre querendo ter uma equipe competitiva em campo. Se tiver de trocar um ou outro, vou fazer. Se melhorar na questão física, técnica, não vamos deixar de fazer se precisar", declarou o treinador alvinegro.

Como o duelo de hoje será a terceira partida de Guto no comando do Ceará, ele espera que já haja uma evolução natural. "Temos muita coisa a melhorar, mas vamos crescer à medida que vamos jogando e encaixando. Mas temos que melhorar posicionamentos, ser mais incisivos nos duelos de 1x1 e acertar a formação para que se equilibre mais".

Legenda: Técnico Marcelo Vilar conquistou mais uma vitória no comando do Ferrão
Foto: Foto: JL Rosa

Equilíbrio

Embora exista um favoritismo para o Vovô pelo melhor elenco e por poder empatar para se classificar, o Ferroviário já deu trabalho ao Alvinegro este ano. Na estreia do Ceará no Estadual, no dia 29 de janeiro, ainda sob o comando de Argel Fucks, o Tubarão da Barra saiu na frente com gol de Wellington Rato e cedeu o empate só aos 43 do 2º tempo, com Samuel Xavier.

Como o Ferroviário teve um jogo antecipado da 6ª rodada da 2ª fase para março, ainda antes da paralisação do futebol, o técnico Marcelo Vilar dirigiu o Ferrão em apenas um jogo, contra o Caucaia.

O empate com o Caucaia no Elzir Cabral frustrou a todos na Barra do Ceará, já que uma vitória seria suficiente para que o time coral tivesse a vantagem contra o Vozão, mas os jogadores esperam que a equipe já se apresente melhor.

"Lógico que a gente esperava a vitória, mas infelizmente a vitória não veio. A gente buscou a todo momento fazer o gol. Alguns erros técnicos, táticos são normais devido a todo o período inativo. Mas, acredito que a gente não deixou a desejar na vontade de vencer", avaliou o volante coral Diego Lorenzi.

O atleta ainda destacou a importância da partida e que espera um jogo duro contra o Ceará. "Jogo importante para as duas equipes. Acho que vai ser um jogo bem disputado. A gente vai jogar de igual para igual, vamos buscar o resultado positivo. Independentemente da equipe que for, a gente chega para dar o nosso melhor e buscar a vaga na final. Estamos muito motivados para vencer", completou.

Após dois jogos decepcionantes do ponto de vista de resultado, tanto Ceará como Ferroviário podem se apresentar com modificações na partida disputada hoje, na Arena Castelão. O Alvinegro pode contar com retorno de Leandro Carvalho e de Luiz Otávio, peças consideradas essenciais. Já o Tubarão pode ter mudança na lateral. Elves pode ganhar oportunidade.

Ficha técnica

Campeonato Cearense - Semifinal
Castelão, em Fortaleza (CE)
19 de julho de 2020 - 16 horas

Ceará

Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio, Bruno Pacheco; Charles e Ricardinho; Felipe Silva, Vinícius, Lima; Rafael Sobis. Técnico: Guto Ferreira

Ferroviário

Nicolas, Gabriel Cassimiro, Magno Alves, Vitão, Willian Machado, Felipe Macena, Diego Lorenzi, Wellington Rato, Dedé, Tito, Yago. Técnico: Marcelo Vilar

Árbitro: Renato Pinheiro
Assistentes Anderson Farias e Eleutério Marques
Transmissão: TV Verdes Mares e da Rádio Verdes Mares (ao vivo). Diário do Nordeste e  globoesporte.com/ce em  tempo real

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?