Análise: Ferroviário vence Imperatriz/MA fora de casa e reassume liderança

Triunfo por 2 a 1 faz o Tubarão da Barra encerrar série de partidas sem vitórias e deixa o time na primeira colocação, provisoriamente, podendo terminar a rodada na ponta da tabela caso o Santa Cruz perca amanhã

Legenda: Jogadores comemoram gol do Ferroviário sobre o Imperatriz
Foto: Lenilson Santos/Ferroviário

Fim do incômodo pela sequência de três jogos sem resultados positivos. Foi no Estádio Frei Epifânio da Abadia, no interior do Maranhão, que o Ferroviário reencontrou o caminho das vitórias. Ao bater o Imperatriz/MA por 2 a 1, na noite de ontem, o Tubarão da Barra não somente quebrou a série negativa como, de quebra, reassumiu a liderança do Grupo A da Série C do Brasileiro.

Ao menos até amanhã, quando o Santa Cruz entra em campo, para enfrentar a Jacuipense, no Estádio do Arruda, no Recife. Basta o empate para que o time pernambucano reassuma a primeira colocação, já que tem o mesmo número de pontos e vitórias do Ferrão (que fica na frente pelo saldo de gols).

Mais importante que a posição na tabela, era acabar com o incômodo jejum de três partidas seguidas sem vitórias. Os dois empates contra Manaus e Jacuipense, somado à derrota para o Paysandu, já traziam uma certa pressão até a Barra do Ceará, que foi dissipada com o resultado de ontem.

Agora com 14 pontos após oito jogos disputados, o Ferrão segue consolidado no G-4, algo que poderia não acontecer em caso de derrota ou até mesmo empate, tendo em vista que os adversários diretos se aproximam. Se não tivesse vencido ontem, a equipe comandada por Marcelo Vilar poderia até deixar a zona de classificação nesta rodada.

O jogo
O cenário deixa claro que o mais importante era vencer, não importava como. E por isso o Tubarão da Barra entrou em campo de olho no resultado, e não necessariamente em apresentar um desempenho vistoso aos olhos de quem acompanhou a peleja.

Prova disso é que o jogo foi fraco tecnicamente. O Imperatriz, lanterna do Grupo A e dono do pior ataque e da pior defesa da competição, mostrou porque só somou um ponto em seis jogos disputados, acumulando cinco derrotas consecutivas. É uma equipe que tenta na base da vontade, mas falta qualidade técnica.

O primeiro tempo foi movimentado, com três bolas na trave - duas em ataques do Ferroviário e uma do time da casa, e em um campo pesado, desnivelado e bastante ruim, o Ferrão apostou na bola aérea para sair na frente, aos 38 minutos do primeiro tempo, com Vitão, que aproveitou cobrança de escanteio para subir mais que todo mundo e cabecear para as redes.

No início do segundo tempo, Willian Lira aproveitou ótimo passe de Caíque para ampliar. O camisa 10, inclusive, foi o grande nome do jogo, sendo o principal articulador ofensivo do Ferrão.

O Imperatriz ainda diminuiu, com Jocinei, e ensaiou pressão no fim do jogo, mas não foi capaz de furar a meta de Nícolas, que garantiu resultado positivo ao time coral.

O Ferrão volta a campo no próximo domingo (4), para enfrentar o Santa Cruz, em confronto direto pelas primeiras colocações. Até agora, a partida está marcada para o estádio Domingão, em Horizonte.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte