Grupo suspeito de fazer 2 mil vítimas no golpe do Minha Casa Minha Vida está em prisão domiciliar

O Poder Judiciário do Ceará decidiu que cada suspeito fosse fiscalizado por monitoramento eletrônico, em seus respectivos endereços