Atual prefeito de Granjeiro e o pai são suspeitos da morte do antecessor, no interior do Ceará

A Polícia chegou a pedir a prisão dos dois suspeitos, mas o pedido foi indeferido pela Justiça. Uma terceira pessoa, que teria executado João Gregório Neto, é considerado foragido