STF decide por não adiar julgamento de criminalização de LGBTfobia

Bancada evangélica no Senado pediu adiamento da votação, marcada para hoje, após apresentar projeto de Lei para criminalizar atos de homofobia, mantendo a liberdade religiosa