300 casos de violências em escolas de Fortaleza