Minha empresa quebrou. O que preciso fazer para voltar a empreender?

Estudar o segmento, planejar e identificar erros são alguns dos pontos que devem ser analisados pelo empreendedor

Esta é a imagem de um negócio
Legenda: Estudar o segmento, planejar e identificar erros são alguns dos pontos que devem ser analisados por quem deseja voltar a empreender
Foto: Shutterstock

Com a pandemia da Covid-19, diversos setores da economia foram prejudicados, resultando na demissão de funcionários e até mesmo na falência de empresas. Agora, com o processo de retomada econômica, empresários que tiveram seus negócios fechados analisam oportunidades de voltar a empreender. 

Para o articulador regional do Sebrae Ceará, Jonny Oliveira, o empreendedor que se encaixa nesse perfil precisa realizar um planejamento financeiro e estudar o segmento de atuação para ter um bom desempenho. 

"Quanto mais tempo a gente passa planejando, menos trabalho a gente vai ter na implementação do empreendimento e a partir daí colocar tudo na ponta do lápis, principalmente custos", aconselha. 

O Diário do Nordeste conversou com o especialista do Sebrae e elencou algumas dicas. Confira:

Identificar o que ocasionou a falência do negócio 

"Cabe ao empreendedor, com as suas percepções, identificar o que foi que falhou. O que faz a empresa quebrar são problemas financeiros. Eu fiquei, por exemplo, sem capital de giro? O que houve? Planejei errado o meu fluxo de caixa? Os meus produtos não saíam ou não estavam vendendo?", exemplificou.

Por isso, ele recomenda realizar, inicialmente, um estudo financeiro para compreender o que provocou a falência da empresa. 

Permanência ou mudança de setor

O segundo passo é decidir se vai permanecer no mesmo segmento ou investir em uma nova área. Neste último caso, Jonny Oliveira aconselha conhecer o setor, conversar com outros empreendedores e fornecedores do ramo, pesquisar e participar de eventos da área escolhida. "Fazendo um bom planejamento, estudando o segmento, é possível sim fazer uma reabertura tanto no mesmo segmento, quanto em um diferente", afirma.

Custos de implementação

Para voltar a empreender, é necessário ter conhecimento, principalmente, dos custos necessários à sua implementação, indica o articulador. O empresário deve já saber previamente se o investimento virá de um financiamento pessoal ou de uma instituição de crédito. 

Plano de negócios

O plano de negócios é uma ferramenta para traçar um esboço do mercado, do produto comercializado e das ações do empreendedor. É por meio dele que o dono do negócio adquire informações detalhadas sobre seus produtos e serviços, concorrentes, clientes, fornecedores, pontos fortes e fracos da empresa, dentre outros dados. 

Jonny Oliveira diz que esse planejamento pode ser realizado pelo próprio empresário, o qual pode buscar modelos do plano pela internet. Também é possível realizá-lo com auxílio de um especialista. 

Indicadores de desempenho 

O último passo é definir indicadores de desempenho, como faturamento, lucratividade, acompanhamento do fluxo de caixa, vendas, dentre outros. "(É importante) para saber se a empresa está indo bem ou não, eliminando assim os achismos", recomenda.   

 

Quero receber conteúdos exclusivos do Vem Empreender