Policial e suspeito de tráfico batem boca e militar atira durante abordagem em Maranguape

O suspeito foi preso por ameaça e desacato, segundo informações da Polícia Militar

Um suspeito de tráfico de drogas e um policial bateram boca durante uma abordagem em Maranguape, município da Região Metropolitana de Fortaleza, e o agente atirou. O suspeito foi preso por desacato e ameaça. Um vídeo da confusão, que ocorreu neste domingo (8), foi filmado por vizinhos e circula nas redes sociais.

Segundo a Polícia Militar, policiais realizavam patrulhamento de rotina próximo ao terminal rodoviário do município, “quando perceberam pessoas em atitude suspeita”. Foi feita a abordagem, e o suspeito, identificado como Rogério Gomes de Oliveira, 39, teria demorado a sair do veículo onde estava, o que teria motivado o início da discussão entre as partes.

Durante o bate-boca, o homem alega que é cego e por isso levou mais tempo para descer do carro. “Sou cego, sou deficiente, não posso descer nas "carreira" não”, diz.

Um dos policiais, o mesmo que atira momentos depois, grita dizendo “macho, tu não tá na tua casa, não. Aqui é a rua”. O suspeito responde afirmando “aqui é minha propriedade”, e logo depois pede para que os vizinhos filmem a abordagem: “pode filmar aí”.

“Tu pensa que é quem? Pode chamar o que for, chame o advogado, chame o que for, tu tá pensando que eu tenho medo de advogado, é? Tenho medo de advogado não(..)”, retruca o policial.

Momentos depois, o agente atira onde o suspeito de tráfico está parado, em direção ao chão. O homem grita dizendo que atiraram nele e passa a mão na perna. Pelas imagens não é possível ver se o disparo atingiu o homem.

Ainda de acordo com a PM, Rogério Oliveira já responde a crimes de roubo, tráfico de drogas e adulteração de identificador de veículo automotor.


Assuntos Relacionados